Sean Price, Boot Camp Clik, Duck Down e a carta em forma de Rap de Bernadette Price

0
173

Em 08 de agosto de 2015 um dos grandes talentos do Rap mundial faleceu aos 43 anos, Sean Price. Ele tinha começado o que seria o seu último álbum, depois seus planos eram seguir apenas como empresário, cuidando da sua gravadora, a Ruck Down. Após a sua morte, cerca de 8 ou 9 meses depois, sua esposa Bernadette Price decidiu ela mesma finalizar e lançar, em parceria com a Duck Down, o álbum ‘Imperius Rex’ (2017). Bernadette fez algo que nunca havia feito nos 23 anos, entre idas e vindas, em que estiveram juntos, ela rimou em algumas faixas.

Assista o vídeo de uma das faixas em que ela rima

No último dia 17 de março, quando Sean P. completaria 49 anos, ela gravou uma faixa chamada “Open letter” (carta aberta), uma declaração de amor e também a afirmação de que ela continuará honrando e mantendo vivo o legado do marido. Ela acompanhou de perto todas as dificuldades vividas por ele nos anos 90, quando ele ainda não tinha estourado a ponto de ganhar dinheiro o suficiente pra viver confortável com os rendimentos do Rap.

www.centralhh.com.br
Publicidade – Apoie o Bocada Forte – Anuncie com a gente

Mesmo com muitas participações, até mesmo a carreira com o Heltah Skeltah, onde o grande destaque era o seu parceiro Rockness, não era fácil viver de Rap. Sean só virou um grande sucesso nos anos 2000 com o álbum ‘Monkey Barz’ (2005), esse seu primeiro solo foi estouro e aí os ventos mudaram. À partir desse disco ele passou a usar o seu nome, antes ele usava o nome Ruck.

Não dá pra falar de Sean Price e não falar da Boot Camp Clik (BCC) ou da Duck Down. Boot Camp é a minha banca preferida do Rap mundial, não só pelas músicas e dos trabalhos individuais de cada um, mas também pela maneira que trabalham, como encaram o Rap. ‘Nocturnal’, o primeiro álbum do Heltah Skeltah, foi a inauguração da gravadora Duck Down. A BCC é a banca mais consistente do Rap underground estadunidense, Dru-Ha e Buckshot conseguiram administrar muito bem e atravessar as décadas mantendo o nível alto.

BCC e Wu-Tang Clan são sem dúvida as bancas da Golden Era que mais reuniram talentos que viraram o século juntos, nem a morte os separou. Nesse último trabalho solo, Sean P. reuniu na música “Clans & Cliks” o supra sumo do Rap sujo e pesado de Nova Iorque. Membros do Wu-Tang Clan e da Boot Camp Clik na mesma faixa, a música é como se fosse uma continuação, uma nova versão para “Clan’s, Posse’s, Crew’s & Clik’s”, lançada no álbum ‘Nocturnal’.

Seja como Ruck ou como Sean Price, sua fidelidade e lealdade a Duck Down e a BCC se manteve intacta até o último momento da sua vida. No seu melhor momento, mesmo recebendo convites de Jay-Z e 50cent, ele permaneceu com seus irmãos de rua e juntos cresceram. Aproveito e finalizo deixando a indicação de dois trabalhos lançados esse ano pelos manos do Smif-N-Wessun, Tek e General Steele. A propósito, exatamente em abril de 2019, antes de voltar para a Equipe do Bocada Forte, publiquei uma entrevista com eles sobre o álbum ‘The All’ (LEIA AQUI).

Tributo feito pelo DJ Irie (brasileiro que mora na Holanda)

Ouça o álbum do General Steele

Ouça o álbum do Tek

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.