Pandemia, quarentena, distanciamento | Alguns canais que merecem a sua atenção

1
163

Já estamos caminhando para completar um ano de pandemia, milhares de famílias brasileiras foram atingidas, todos nós ou perdemos alguém querido ou conhecemos pessoas que perderam. Diversos profissionais tiveram seus trabalhos prejudicados, alunos de escolas públicas ainda estão sofrendo sem aulas presenciais, áreas ligadas à cultura, eventos e viagens seguem sem saber quando poderão ter uma retomada segura. Em meio a tudo isso, produtores de conteúdo, muitos artistas e principalmente os DJs, tem feito lives.

É fato que nem todo mundo tem a condição, seja de fazer lives ou até mesmo de acompanhá-las, mas quem tem esse acesso conseguiu com que o distanciamento fosse menos sofrido. As opções para ter momentos de descontração são inúmeras, vão de programas de entrevistas a bate-papos e debates temáticos, passando pela transmissão de jogos online, ensaios, shows e sets de DJs. Tudo isso em todas as plataformas disponíveis, tecnologias que já estão ai há algum tempo e passaram a ser muito mais utilizadas. Deixo nesse post algumas indicações interessantes de pessoas que estão fazendo por conta própria, sem apoios ou patrocínios* – o que atualmente é o caso do Bocada Forte e por isso estaremos nessa lista, também.

Sei bem que a lista poderia ser muito mais extensa, pois são milhares de canais, páginas e perfis, por isso fiquem à vontade para indicar canais interessantes e relevantes nos comentários dessa postagem e também nas redes sociais. Pedimos o mínimo pra vocês, sigam os responsáveis. Pedimos aos citados aqui que sigam uns aos outros, se comuniquem, entre vocês e com nós também. Quem tinha apoio de grandes empresas antes de tudo que estamos vivendo, vai continuar tendo, poucos de nós conseguiremos furar as panelas, por isso precisamos estar cada vez mais juntos, chegando em bloco.

Bocada Forte – Desde o início da pandemia, procuramos maneiras de continuar produzindo conteúdo, mesmo com todas as dificuldades que nos afetaram. Depois de cerca de dois meses de testes, chegamos a alguns formatos e escolhemos a Twitch como plataforma principal. O ‘Algo a Dizer’ foi o primeiro programa fixo, estreou dia 29 de junho (segunda-feira) e chegou a uma temporada de 25 edições, à partir da 2ª edição passou para as terças, às 20h. Também temos no nosso canal o Programa Orunmilá, criado e idealizado por Luciénè Cortes. Foram 16 edições em 2020, sempre às segundas, às 20h. Para descontrair criamos o ‘Na Vitrola’, nossa live musical com os DJs Nando e Anderson Secco, sempre às sextas, à partir das 17h. Os programas foram transmitidos ao vivo na Twitch e também estão disponíveis no YouTube. Além disso, também fizemos transmissões aleatórias rolando muito Rap brasileiro e também a nossa PLAYLIST OFICIAL. Nosso canal também fez parcerias e transmitimos algumas lives do ‘Mês do Hip Hop’ e o ‘Festival Mulheres de Quebrada’, incentivados pela Secretaria de Cultura da Cidade de São Paulo.

Quando tudo começou criamos um link alternativo, precisamos atualizar, mas tem alguns canais lá e destaque para os nossos programas – www.bocadaforte.com.br/live

Programa ‘Algo a Dizer’ | Programa Orunmilá | Na Vitrola
YouTube | FaceBook | Twitch


Hip Hop Griot (Em memória) – Esse foi mais um Projeto que nosso querido mano Enézimo trouxe para o Instagram, para conversar com pessoas importantes da Cultura Hip Hop. Um registro histórico, onde diversos personagens deixaram registradas suas vivências. Tive o prazer de participar e falar da minha caminhada e sobre o Bocada Forte (assista aqui). Em um ano difícil, com a estrutura mínima – apenas um celular, fone de ouvido e a internet, celular que inclusive era do seu pai – ele deixou registros, curiosidades, diversão e sem saber foi uma espécie de despedida. Enéas é uma das pessoas mais importantes do Hip Hop Brasileiro! A quantidade de seguidores do canal e de visualizações da live mostra o quanto as pessoas não seguem quem realmente interessa ser seguido. Enéas começou esse projeto exatamente no mesmo dia que nós estreamos nossas transmissões oficiais nos canais do BF. No dia 15 de dezembro ele faleceu vitima da COVID-19, dois dias depois seu pai também faleceu. Seu legado está entre os mais relevantes da Cultura Hip Hop, me solidarizo com amigos, fãs e a família.

#EnézimoEterno

Deixo também a indicação para o canal do DJ Nato, que além de ter participado das lives com o OGI, também transmite em seu canal.

Insta Pau-De-Dá-Em-Doido | Twitch DJ Nato PK

Confira a conversa entre Enéas e GOG


Jé Versátil – Mais um mano periférico, legitimo representante da cultura preta de quebrada. Da zona leste de São Paulo, com uma estrutura própria e independente, ele faz seus bailes, com vídeos, músicas, vibração positiva e “sempre coisas maravilhosas”. Segue lá e acompanhe as edições do ‘Baile do Versátil’.

FaceBook | YouTube | Twitter


Black Alquimista – Beatmaker raiz, especialista nas máquinas que fazem as batidas do Rap, ele resolveu criar um Festival para valorizar essa arte. Em parceria com a Discopédia, ele já vinha fazendo o quadro ‘Pega a visão x Já foi sampleada’. Para ir além ele criou o ‘Festival Beat Express’, abriu as portas para beatmakers de diversas partes do país, DJs e ainda conversou com grandes nomes no ‘Papo de Beatmaker’, foram 16 edições.

Instagram


DJ Simão Malungo – DJ que naturalmente acabou sendo parte do Programa Orunmilá em algumas segundas, pois assim que o programa acabava, era pra casa dele que a gente ia curtir um som. Ele tem feito lives de música preta em geral, a maioria delas só em vinil.

Instagram


Black Pipe Entretenimento – Coletivo que usou o Instagram para lives, trocando ideia sobre diversos assuntos e também realizaram o ‘Conexão Multiverso’, transmitido por todas as redes do site, foram dois dias de evento totalmente on line, com shows, DJs, batalhas e muita ideia trocada.

Site | YouTube

Confira o 1º dia do Festival Conexão Multiverso


Oganpazan – Fizeram lives pelo instagram, trocaram ideias com muitos artistas da cena alternativa sobre música em geral. No Rap o destaque vai para o registro histórico sobre o Rap da Bahia, com nomes como MC Kiko (Afrogueto) que deixamos aqui abaixo a primeira parte.

YouTube | Twitter | FaceBook


DocSujo – Esse é o canal do mano Pig, um parceiro que o Bocada Forte fez durante a pandemia. Seu trabalho principal são podcasts – ‘DocSujo’, ‘Vitrola Véia’ e o ‘De Verdade’. No seu canal na Twitch ele elimina zumbis da República do Bananistão. DocSujo é um projeto antigo que ele retomou durante a pandemia e nós do Bocada Forte fomos os convidados do primeiro programa de 2020.

YouTube | Twitter

Deixamos abaixo o DocSujo #01, para ouvir mais CLIQUE AQUI


MC Mamuti – Ele é MC, produtor cultural e também cria conteúdo para internet em seus canais. Antes Mamuti NusCorre, conhecido por sua história na participação e organização de batalhas de rimas, hoje apenas Mamuti MC. Suas lives são sobre batalhas de rimas, games e muito mais.

Portal Batalha de Rima


Eduardo Brechó e Greg Caz – Essa dupla faz um dos projetos mais informativos, divertidos e de uma troca de conhecimento sem igual. Ambos tocam músicas dos mais variados estilos, de todas as partes do planeta, contam histórias, informam e tudo isso com discos de suas coleções, tudo em vinil. Eles vem fazendo isso desde maio, sempre na parte da noite, à partir das 23h, via instagram.

Insta Eduardo | Insta Greg

Confira a 1ª Edição, em maio de 2020

Dicas do Pai – Projeto do Acmesam (Nível de Cima), de Mogi das Cruzes (SP), onde ele conversa com pessoas de diversas áreas da Cultura Hip Hop. Esse foi mais um que tive o prazer e a honra de participar, pra falar sobre o Bocada Forte. A ideia não começou durante a pandemia, já vinha acontecendo desde 2019.

Insta | YouTube | FaceBook | Twitch


Caverna Hip Hop – Esses manos fizeram lives históricas conversando com verdadeiras lendas do Hip Hop carioca. Também conversaram com pessoas de outras cidades, mas a grande maioria dos convidados são do Rio de Janeiro.

FaceBook | Instagram

Confira a entrevista com Def Yuri


Clássicas Hip HopRose MC, Rúbia e Sharylaine, esse trio fez lives exemplares. Conversaram com muitas mulheres importantes para o Hip Hop, também falaram com os manos, informaram, divertiram, abordaram temas relevantes para a cena e com certeza vão continuar.

Instagram | FaceBook


Nitro Di – MC do Da Guedes, começou a usar a Twitch para diversas lives. Destaque para ‘Nitrosfera’, onde ele faz a audição de músicas enviadas pra ele, e também para o Programa Mix Tape.

Instagram | Twitter | YouTube


Beat Brasilis – A sessão semanal que acontecia presencialmente desde 2014, passou a ser online e com isso cresceu ainda mais. Abrangeu outras cidades do país e conseguiu unir inúmeros manos e manas em torno da arte de esticar e cortar os samples. Fizemos uma matéria sobre a 1ª Edição online, confira aqui!

Confira todos os beats no SoundCloud


Discopédia –  O trio de DJs formado por Dandan, Marco e Nyack  estão entre os mais atuantes nas lives, até porque eles já transmitiam semanalmente bem antes da pandemia. Tanto nos canais da Discopédia, como em seus canais pessoais, eles fizeram inúmeras transmissões, sempre valorizando o uso do vinil.

DJ Marco | DJ Nyack | DJ Dandan


Rádio Mixtura – Parceira do Bocada Forte e administrada pelo Diko, a rádio faz podcasts, transmissões ao vivo, entrevistas e diálogos sobre temas que vão além da música. Da zona zul de São Paulo pro mundo, desde antes da pandemia em atividade.

FaceBook | Instagram | YouTube


Vou finalizar por aqui a lista e deixar mais alguns canais que não são menos importantes e quem sabe em outro momento damos um destaque maior, mas deixo aqui os links nos nomes e uma breve descrição.

Discórdia DJs – Canal que reúne DJs de diferentes estilos e também produtores musicais;
Uh! Manas TV – Canal com transmissões inteiramentes feitas por mulheres;
Coletivo Twitch – Pessoal que faz lives e também fortalece outros canais na divulgação;
Sorry Drummer – Baterista que não parou de fazer parcerias e transmissões nas suas redes;
DJ Zinco – Faz diversas lives com estilos variados de músicas, toca seus próprios remixes e também canta e dança;
DJ RM – Um dos mais divertidos da Twitch, dá várias “carteiradas noturnas”.
DJ Erick Jay – Dispensa apresentações, o grande campeão faz as transmissões do ‘MixShow’;
DJ PG – Duas vezes por semana faz suas lives, dá um rolê de fuca às terças e aos domingos toma café com bolachas;
DJ Jorge Cuts – Natural de São Paulo, hoje ele reside em Porto Alegre e com suas lives, as noites ficam melhores;
DJ Vitonez – Todos os domingos aquela live caseira, acolhedora e com muita ideia pra trocar, ‘Matinaudiofonia’;
DJ King – Não fez muitas lives, mas buscou os recordes em suas poucas transmissões;
Kupula Hip Hop Inteligente – Fazem live toda semana, mesmo antes da pandemia, às quintas, à partir das 19h30;
Arte e Cultura na Kebrada – Coletivo da zona leste de SP, fazem eventos desde 2007 e fizeram lives com vários artistas.
Promo Only DJs – Loja dos DJs Célio e Markinhos da Pesada, eles tocam e também convidam DJs para tocar com os discos que estão à venda na loja. Confira e ainda complete a sua coleção de vinil, tem várias raridades e clássicos lá.

Exatamente hoje (15.01.21) o país, que em 2018, optou por um governo que investe na morte e atenta contra a vida, contabiliza mais de 200 mil óbitos. Em todos os estados e principalmente no Amazonas, cidadãos e cidadãs pagam com a vida. A destruição, o desmonte das instituições e a incompetência em áreas fundamentais (saúde, meio ambiente, educação, economia, trabalho e segurança) refletem o quanto o governo atual preza pela vida do seu próprio povo.

*Alguns dos indicados aqui, inclusive o Bocada Forte, conseguiram apoios, incentivos ou até mesmo patrocínios pontuais, mas nenhum fixo. Muitos, a grande maioria, criaram formas do público contribuir, portanto se você puder, colabore.

www.centralhh.com.br

1 comentário

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.