Efeito Eskambo Vol.12 | Lheo Zotto finaliza com GNZ a série que durante um ano negociou beats e rimas

0
73

Lheo Zotto começou em janeiro de 2023 uma saga, entre outros lançamentos e produções, ele colocou na rua 12 EPs, 12 parcerias com o título de ‘Efeito Eskambo’. O último dessa série deveria ser lançado em dezembro de 2023, ele teve alguns contratempos e o EP com o também mineiro GNZ (Nobody Beats) foi lançado em janeiro de 2024. Participaram dessa troca intensa de beats e rimas: Apollo, o Poeta, Li Chéng, Eibe Lapaz, Beto Dogtyle, Don Fyah, Jhank, Rhenan Duarte, Dabliueme, DiOxum Beatz, Gil Daltro e Pimas.

Para quem não acompanhou essa sequência, o eixo principal desse projeto foi convidar rappers e beatmakers para fazer uma troca, um “escambo” de rimas e batidas. Lheo rimou nos beats deles e vice e versa, também rimaram juntos na mesma faixa e todos também fizeram faixas apenas instrumentais. Nesse Volume 12, na faixa “Eskambo é feito”, Lheo e GNZ versam sobre e explicam o conceito que foi o fundamento de todos os volumes.

Se você chegou até aqui e não conhecia nenhum dos dois, sugiro pesquisar sobre e ir atrás, pois se somarmos a quantidade de tracks feitas por essa dupla, seja em carreira solo, grupos, produções e participações, facilmente passaremos de 1.000, é isso mesmo, mil Raps. Ambos são mineiros, vem de uma longa caminhada, já fizeram inúmeras parcerias e participações e são operários da Cultura Hip-Hop. Manos e manas como eles são a base, não são reconhecidos ou valorizados como deveriam e infelizmente isso é normalizado por todas, todos e todes que se renderam a lógica comercial da indústria (redes sociais, gravadoras e plataformas de streaming).

Aqui nesse meu canto, nessa quebrada virtual, o compromisso é comigo mesmo, mas também é com a Cultura Hip-Hop. Faço um programa, que comecei em 2003, acho que já tem mais de 100 edições nos nossos canais, onde toco Raps de manos e manas que foram, são e serão sempre a base desse estilo musical. Lá sempre toco algum som do GNZ ou do Lheo Zotto e muitos outros manos e manas, seria muito mais fácil falar de quem paga pra ser sucesso, de quem paga pra estar no “topo”, seguindo a lógica das redes é isso que engaja. Mas a lógica da Cultura Hip-Hop é outra, é coletiva, ela que me move, já que não ganho nada pra fazer o que faço aqui, que pelo menos eu tenha prazer em fazer.

Pesquisem, sigam, ouçam, compartilhem, salvem em suas playlists artistas como GNZ e Lheo Zotto, em nossas PLAYLISTS fazemos inúmeras indicações e por aí tem muitos outros canais, sites e perfis com os mesmos objetivos. Minha luta não é um negócio e se um dia ela for, deixou de ser luta.

Ouça ‘Efeito Eskambo Vol.12’

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.