#NovosSamples: Da Tanzânia, Sela Ninja mostra seu Rap

0
187
Clique na imagem para APOIAR O BF – apoia.se/bocadaforte

Nossas pesquisas sobre o Rap alternativo ao redor do mundo sempre trazem um pequeno panorama do que é feito em diferentes regiões e realidades sociais, assim como o podcast Barras Maning Arretadas, que aborda o Hip Hop feito em países africanos nas edições deste início de 2023.

Na seção #NovosSamples, também podemos encontrar discos e vídeos de artistas do Rap alternativo, uma mina de ouro para quem gosta de arte além do que é noticiado pelos veículos que focam apenas nos trabalhos dos famosos.

Somos pequenos, lidamos com a base da cultura. O Bocada Forte não pode esquecer ou ignorar a importância desse papel, dessa missão. Fazer isso é desprezar o sonho, a dedicação e o trabalho de muitos artistas e ativistas que não viraram as costas para os princípios da Cultura Hip Hop.

ASSISTA AO VÍDEO: B.I.B.L.E , lançado no início de Abril



O destaque de hoje é o artista Sela Ninja, produtor e rapper da parte leste da Tanzânia, no continente africano.”Comecei a produzir há cerca de dez anos. Eu vivo o hip hop, amo o hip hop e é por isso que faço a música do hip hop”, diz Ninja.

Com influências de DJ Premier, Pete Rock, Notz, Easy Mo Bee, 9th Wonder, Illmind e J Dilla, Sela Ninja utiliza o FL Studio para fazer seus beats. Para captar os vocais, o artista usa o Cubase.

Fã de Masta Ace, Edo G, Sean Price, Buckshot e Guru, Ninja segue fazendo seu Rap e enfrentando a realidade dos artistas de sua região. “No meu país, o Rap é um assunto muito difícil, já que as pessoas acreditam que o canto falado do Hip Hop não dá dinheiro. Estamos enfrentando muitas coisas que nos impedem, mas continuamos fazendo o que queremos. Para mim, é sobre cultura, não fama”, diz Ninja ao abordar o cenário alternativo que vem se desenvolvimento na Tanzânia.

Sela Ninja lançou o álbum HATUWALAMBI MIGUU’, que significa “não estamos pedindo desculpas” ou “não lambemos os seus pés”* em suaíli. O disco em colaboração com Subtex tem parcerias com artistas de diversas partes do planeta. De acordo com Ninja, as músicas falam de educação, entretenimento, amor e gratidão, além do teor político vindo de quem enfrenta a desigualdade social.

*Tradução via Google Tradutor

[+] Conheça mais trabalhos do rapper e produtor Sela Ninja
[+] Clique aqui e ouça os destaques da Novos Samples


OUÇA:



Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.