X do Câmbio Negro é a voz mais potente do Rap Brasileiro, confira!

0
884
Câmbio Negro no SESC Belenzinho (16.12.22) – Foto: Bocada Forte

Nos dias 16 e 17 de dezembro a banda Câmbio Negro voltou a se apresentar em São Paulo depois de 22 anos, no SESC Belenzinho. A banda, que foi apresentada ao público nacional em 1993 com 1 DJ e 1 MC, tinha anunciado seu fim em 2000. No mesmo ano a banda fez a sua última apresentação por aqui, em uma casa tradicional da época chamada Aeroanta. X, o MC e membro fundador da banda, é o único remanescente de todas as fases e lá se vão mais de 30 anos, a contar da formação e não do lançamento do 1º álbum. Seu vocal é inconfundível, único e sem dúvida a voz mais potente do Rap brasileiro. X está com 54 anos e nessa apresentação foi possível conferir ao vivo o quanto a sua voz continua a mesma desde os primeiros grandes sucessos e clássicos eternos do nosso Rap.

Parte de trás do flyer de 1996 – Acervo BF

Atualmente é comum ver artistas muito novos, que sequer chegaram aos 30 anos, fazendo uso de recursos tecnológicos e até mesmo playback para melhorar suas vozes em shows. Assistindo e ouvindo X novamente, no meu caso depois de 26 anos, refleti sobre isso e as comparações foram inevitáveis, como será uma apresentação ao vivo desses novos artistas daqui há 30 anos? A última apresentação que vi do Câmbio Negro foi em fevereiro de 1996, mês que vem fazem 27 anos, já nessa época eu ficava impressionado como o vocal era idêntico e potente como o gravado em estúdio. Vou deixar o flyer aqui e o texto que está nele não é mentira, foi a última noite bissexta do século passado, 29 de fevereiro, uma noite de quinta-feira.

Extrai o áudio de alguns vídeos disponíveis nas redes, do show da sexta-feira (16/12/22), e disponibilizei aqui para quem quiser conferir e comparar com as músicas gravadas há 30 anos atrás. As gravações são amadoras, som ambiente, mas isso é mais uma prova do quanto esse jovem senhor de 54 anos segue sendo e tendo a voz mais potente do Rap Brasileiro.

Antes que eu esqueça, a formação atual da banda é – X (vocal), DJ BeetlesRalph Sardela (Guitarra), Moisés Pacífico (Baixista) e Denizar Marques (Batera). Confira abaixo o áudio do show, as músicas são: trecho do X na cypher Punho Cerrado DF, “Cadáver ambulante” e “Sub-raça”.

Obrigado Câmbio Negro e todos, todas e todes funcionários do SESC Belenzinho pelo suporte.

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.