A putaria pode escolher o teu voto!

#Opinião | Em tempos bicudos como o que estamos vivendo, e muito mais às vésperas de mais uma eleição, é no mínimo intrigante ver como se comporta a Direita e suas mídias com seus escribas de texto fácil. Não vão muito a fundo na parada. Logo de cara a fajuta defesa da democracia é descrita como “é preciso respeitar todas as opiniões, das teses de desenvolvimento (insustentável), do jogo de livre mercado (capitalismo) e tal”, para logo a seguir escancarar a verdadeira intenção onde afirmam que “a opinião de esquerdopatas são esdruxulas, que o desenvolvimento sustentável é uma falácia e que o Socialismo é um engano e uma utopia”, ou seja, a Democracia certa é a deles e ela precisa ser respeitada. A outra Democracia não.

A bem da verdade esses serviçais da demagogia são bem melhores que isso, sabem do que falam, sabem usar os termos corretos, sabem ser irônicos, sabem juntar as palavras, e por isso mesmo não são inocentes. Sabem que estão mascarando um texto, mentindo, iludindo, e tudo por que são pagos para isso. A Direita quer vender uma ideia de que um país maravilhoso será construído e que você fará parte dele, mas é claro que não diz como, mas logo ali na frente tu vai saber, pião, burro de carga, escravo século XXI. O que também não dizem é que tu só vai trabalhar na obra, não vai morar nem ter parte dela. A Direita te chama para o SP fashion Week, mas é para montar a passarela, te convida para Rock in Rio para ser cambista, te convida para o cinema para ser pipoqueiro, te convida para uma festa e tu nem nota que é um funeral e adivinha quem morreu e pagou para isso? A Direita diz num lindo texto e propaga em outdoors que está fazendo você feliz, e diz tão bem que tu até acredita um pouco, talvez, que o mundo é justo, o Moro não é um agente dos E.U.A, o BBB não é combinado e a música sertaneja é boa. Muita gente acredita.

Essa gente da grande mídia é boa no que faz, e faz o ano todo, todos os dias. A mídia dilacera, estrupa, mata, cura, te droga, te interna, te aprisiona. Se tu precisa de igreja, tem. Se tu precisa do diabo também tem, se tu precisa de um motivo para ser cretino, está em casa, no lugar certo.

Por outro lado, a Esquerda e seus eternos desencontros. Fazer um mundo melhor para todos, todos mesmo. E isso é uma encruzilhada. A Direita faz parte desse “todo” e quer sim um mundo melhor, mas não para todos, todos, e sim para os seu todo que não são muito mais que meia dúzia, mas te promete que tu pode ser um deles.

O que faz a Esquerda então? Tenta convencer a todos que é possível. E para isso fala ao pé do ouvido, abraça feito amigo de infância.

E a Direita? Tenta convencer os outros (nós), que eles merecem a Casa Grande e que nós merecemos a estrebaria onde poderemos saborear uma série de preconceitos desabando sobre os obreiros da construção, como homofobia, machismo, misoginia, racismo, discriminação social e outras coisitas mais.

Na boa, a Direita quer que tu seja um mané e a Esquerda que tu aprenda a ser um cidadão. A Esquerda quer e espera da gente que sejamos filhos e protetores da Democracia e a Direita que sejamos apenas filhos, sim, filhos da puta.

Para a Esquerda sonhar e continuar tentando, tem candidato, pois sempre haverá um sonhador.

Para a Direita também tem, pois a solução para os cretinos será sempre um cretino no governo.

E para a mídia também tem, pois em puteiro o que não falta é cafetão.

Por Luiz Teixeira.

Texto gentilmente cedido ao RAPLongaVida

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.