Opinião: O aniversário da cidade cinza | Por James Lino

0
713
São Paulo, a cidade cinza

E quando você tá de mal com o aniversariante?

O aniversariante completa 463 anos. Seu nome de batismo é São Paulo e ele está adulto. E uma parte sua age com imaturidade; outra parte como um padrasto cruel; outra parte demonstra um desleixo com os convidados e aqueles que o presenteiam, que nos assusta… E por aí vai…

Comparações, analogias e metáforas temos aos milhares. Basta ir num sarau pra você perceber como os poetas enxergam a cidade, mas… Não, péra! Poetas são gente, gente é criança, jovem e adulto, e aí chegamos ao xis da questão… Pessoas têm sentimentos e essas pessoas estão expressando através da arte seu sentir sobre o momento atual da cidade. Observe! Comunidades tradicionais, estão buscando ter um sentimento tradicional pela cidade e isso é legado.

A polícia brasileira é a que mais mata jovens negros no mundo

Outras comunidades, sobretudo nos extremos, trazem um outro olhar sobre o aniversário e o início da gestão de João Dória, atual prefeito da ‘cidade cinza’. Para essas comunidades desassistidas é um momento para encontrar, ainda que indiretamente, o tal do ‘aniversariante’ para um olho no olho. Para não só desejar-lhe os parabéns mas, na hora do abraço, poder sussurrar-lhe aos ouvidos palavras do tipo ‘Juízo heim!’ Ou então ‘Vai pela sombra!’, etc. Que a grosso modo quer dizer: ‘– Parem de matar nossos jovens negros nas periferias! Não vamos aceitar os aumentos no transporte público! Esta é uma das cidades mais agressivas com a população LGBT! Estamos de olho nas promessas que foram feitas! Porque apagar os graffitis e depois voltar atrás?!‘ E mais uma série de violações dos direitos humanos e de cidadania, que dariam uma lista extensa…

Mas, vamos ao fato: amamos esta cidade. Mas isto não cegou a população (inclusive a de eleitores do novo prefeito) ao desequilíbrio e chacota em tão pouco tempo de governo!

Prefeito João Dória fantasia-se de gari para promover-se

Porquê fantasiar-se de gari? Quer ser legal? Aumente os salários! Qual a diferença entre aumentar o valor das passagens e aumentar o valor das transferências/integrações? Simples: uma foi palavra dita, a outra não foi dita, mas tem quase o mesmo efeito, percebe? E não é a população que ganha com isso!

Outra situação que me vem a mente: porque não fazer uma consulta aos curadores da cultura sobre apagar ou não os graffitis? Alguém pagou pra cidade ficar cinza? E quem vai pagar pra ela voltar a ser colorida? Essa foi a pauta da semana. Apagar um dos maiores painéis de arte ao ar livre do mundo! No mínimo, um desrespeito. E o pior é receber um convite para dialogar com a Secretaria de Cultura do município. Mas já começou mal, hein?! Vamos ser sinceros!

O aniversariante está passando por uma crise, tendo o orçamento mais robusto do país após anos e em plena crise financeira global. E aí?! A gestão do prefeito anterior, Fernando Haddad, buscou o diálogo. Até aqui eu não vejo isso do atual, sobretudo com a cultura. A pergunta que me faço é: será que ele teria peito pra fazer com o comércio ou com a indústria?

Que bom que é seu aniversário São Paulo. Assim, além de te ver e te abraçar, eu poderei cochichar algumas palavras no teu ouvido…

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.