Memória BF | The Pharcyde, Prodigy (Mobb Deep) e Jay-Z

No dia 14 de novembro, além do primeiro álbum do 3rd Bass, em 1989, também foram lançados – ‘Labcabincalifornia‘, do grupo The Pharcyde, em 1995, ‘H.N.I.C.‘, de Prodigy (2000) e ‘The Black Album‘, de Jay-Z, em 2003. São três clássicos e ótimos discos, segue um resumo de cada um, streaming e vídeos para relembrar.


Labcabincalifornia‘ é o segundo álbum do The Pharcyde, ainda com a formação completa: Imani, Slimkid3, Bootie Brown e Fatlip.

Lançado pela Delicious Vinyl, a produção do disco é quase toda do Jay Dee, mas também tem faixas produzidas por Diamond D e M-Walk, que também faz os scratchs em algumas faixas.

É um disco sem músicas ruins, poucas participações, oficialmente com 17 faixas, alguns interlúdios e três singles que se tornaram grandes clássicos mundiais. O single da Drop foi o primeiro, lançado em agosto de 1995, trazia outra versão da Runnin’ e também a faixa Y? (Be like that).

O clássico dos clássicos, o single da “Runnin'”, foi lançado em outubro do mesmo ano e é sem dúvida o maior sucesso do grupo e um dos maiores sucessos produzidos por Jay Dee.

O single da música She Said foi o último. Lançado em 1996, é uma das músicas românticas do disco. Riimam no som: Slimkid3 e Fatlip. Em 2001, a gravadora Trama lançou no Brasil, em CD, este álbum e também os outros dois – ‘Bizarre Ride‘ (1992) e o ‘Plain Rap‘ (2000).

Ouça o álbum


Head Nigga In Charge‘ é o título do primeiro álbum solo de Prodigy, do Mobb Deep, representado pela sigla ‘H.N.I.C‘. As faixas foram produzidas por The Alchemist, EZ Elpee, Rockwilder, Just Blaze e seu parceiro Havoc.

Entre o quarto álbum do Mobb Deep e o processo de gravação deste primeiro trabalho solo, Prodigy se abriu e falou sobre a anemia falciforme, doença que acabou o levando a morte em junho de 2017. A música “Quiet Storm”, que era pra estar em seu disco solo, acabou entrando no disco ‘Murda Muzik’ e aborda este assunto. No ‘H.N.I.C’ ele desabafa na música “You can never feel my pain”, onde fala sobre a depressão em decorrência da doença e consequentemente a busca por álcool e drogas.

O álbum tem 22 faixas. As poucas participações são as mesmas de sempre: Cormega, Big Noyd, Nore, Havoc e a mais inusitada é da sua esposa KiKi, na faixa “Trials of Love”, onde ela usa o nome BK (aka) Mz. Bares. Destaque para as faixas “Keep it thoro” (assista ao vídeo) e “Genesis” (assista ao vídeo).

O álbum ainda teve duas sequências: uma lançada em 2008 e a outra em 2012, após ele ter saído da prisão.

Ouça o álbum completo

http://centralhh.com.br/produto/publicidadebf/112455
Anuncie no BF, clique no banner!

Acho que nenhum outro rapper anunciou tantas aposentadorias como o Jay-Z. Só pode ser marketing, porque desde o seu primeiro trabalho ele flerta com a aposentadoria. Com seu oitavo disco, o clássico ‘The Black Album‘, não foi diferente. Ele foi anunciado como seu último disco. E olha que este disco poderia ter sido uma das maiores parcerias de todos os tempos entre um MC e um DJ, pois seu plano era se aposentar com um disco inteiramente produzido pelo DJ Premier. Como sabemos, isto não aconteceu e as 14 faixas do álbum foram divididas entre dez produtores e grupos de produtores: Just Blaze, Rick Rubin, 9th Wonder, Neptunes, Kanye West, Dre, Primo e Ski, Timbaland, The Buchanans e Aqua & Joe “3H” Weinberger.

Comercialmente falando, nenhuma novidade. Mais um primeiro lugar nas paradas, com mais de 3,5 milhões de cópias vendidas e singles de sucesso. Foram 3 singles: “Change Clothes”, com Pharrel (assista ao vídeo), “Dirt off Your Shoulder” (assista ao vídeo) e “99 Problems” (assista ao vídeo abaixo). Já a faixa “Moment of Clarity” é creditada como produzida por Eminem.

Jay-Z tem sua própria plataforma e, por conta disto, o uso de streamings “alternativos” fica mais difícil. Então ouça uma mixtape, produzida por DJ GrandLove, com os samples do álbum:

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.