Gil Daltro e Galf AC apresentam a mais recente temporada da série de EPs ‘Vapor’

Do primeiro ao mais recente EP, dupla mostra a atualidade de seus raps

0
2

Em 2018, quando conhecemos o projeto “Vapor” por meio do site Oganpazan, sentimos o poder da parceria entre Gil Daltro e Galf AC, artistas da cena hardcore baiana que mandam bem no rap e na maioria de misturas e tendências da nova música de rua. Do volume um, o registro contundente “Má fama” destrói esse papo marketeiro de que a favela venceu.

Já em 2020, no volume dois do projeto “Vapor”, entre malandros, climas tensos, lutas cotidianas e curtição, os ex-membros da Fraternidade Maus Elementos também criticam a mentalidade retrógrada dos seguidores fiéis do presidente Bolsonaro entre outros temas que passam longe das rimas dos que estão no topo das plataformas digitais. Como eles dizem: “não entram em nada”.

O beat jazzy de “Não mosca” é destaque de “Vapor, Vol. 3”, disco lançado recentemente. Com a mira nos racistas, os MCs personagens de terror dos tempos modernos conduzem o ouvinte numa caminhada pela madrugada das quebradas de Salvador. “Presente de Yemanjá” traz um instrumental que cativa junto com vocais que dispensam o apelo pop carregado de auto-tune. “Mamacita”, faixa que abre o EP, coloca um tempero cheio de amenidades e sacanagem no caldo sonoro, caótico e urbano de Gil Daltro e Galf AC.

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.