Acervo BF | ‘O Futuro do Hip-Hop’ – As sementes de uma nova geração

Projeto que articula diferentes manifestações artísticas aproxima o hip-hop das crianças e adolescentes

O Futuro do Hip-Hop é um evento que reúne shows, discotecagens, exposições, oficinas de arte e estética. O diferencial desse projeto é o foco: crianças que têm alguma ligação com a cultura de rua e seus elementos. A DJ Vivian Marques, do coletivo Applebum, uma das organizadoras do projeto, pontua a importância da relação entre o hip-hop e os adeptos mais novos.

Investir nas crianças significa mantê-las longe da futilidade, do ócio, das drogas, crimes e afins. Inserindo educação e cultura, de certa forma, já abrimos um leque de opções do que podem fazer hoje e do que querem ser amanhã”, explica ela. “Não que o hip-hop seja o melhor direcionamento, mas a música e a cultura podem dar uma visão de responsabilidade social, comprometimento, lazer e, quem sabe, até uma profissão. Vai da veia artística, do interesse e do livre arbítrio de cada um.”

Segundo Vivian, o interesse das crianças veio por influência dos mais próximos, mas depois elas desenvolveram uma identidade própria. “O MC Tumtum, meu afilhado, ouvia rap desde a barriga da mãe e cresceu em meio à música, que tem presença constante no dia a dia de seus pais, tios, padrinhos e amigos. Ainda assim, se ele não gostasse, não daria atenção e até se incomodaria, mas, no entanto, presenciamos momentos em que ele estava dançando, cantando, fazendo rimas próprias e improvisando em idiomas que só ele entende, mas com muito ritmo, naturalidade e atitude. Sinto que o hip-hop na vida dele esteve presente no ontem, está presente hoje e continuará presente no amanhã”, conclui a DJ.

Vivian Marques acredita no rap feito pela atual geração de artistas – para ela, o rap de hoje acabou com o estereótipo de que para cantar e fazer rap é preciso ser pobre, de favela, sofrido e ligado ao tráfico ou ao crime. “O rap atual fala de vida, trabalho, fé, incentivo, amor, amizade e temas diversos. Respeitando o ritmo e a batida forte do rap de antes, mas com o flow e a alegria de uma nova geração, de novas visões e novas ideologias.”

A próxima edição do evento será realizada domingo (3/10), na Livraria da Esquina, na Barra Funda, em São Paulo. Os DJs mirins Marcel, Cindy e Murilo estão entre os destaques da festa, que também contará com o MC Tumtum e o b-boy Will Jackson.

Veja como foi a primeira edição

O Futuro do Hip-Hop:
Dia 3/10, às 17h.
Apresentação: DJ Dandan.
Local: Livaria da Esquina (Rua do Bosque, 1254, Barra Funda, São Paulo/SP).

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.