Editorial: Em defesa da democracia e da legalidade

IMG2

O Bocada Forte vem a público manifestar o seu posicionamento quanto ao grave momento político e social que estamos vivendo no país.

Todos que nos acompanham, nestes 16 anos de história e de luta pela cultura hip hop, sabem que nossa posição sempre foi a de defesa da liberdade de expressão, da diversidade, da liberdade individual e da democracia. Nunca compactuamos com a violência, com a manipulação de informações, com qualquer cerceamento de direitos ou com os ideais da elite deste país. Sempre mantivemos nossa postura de crítica a toda ideia reacionária e a todo movimento anti-democrático.

A pouco tempo atrás, sob o título de “BRASIL, POLÍTICA E IMPEACHMENT”, o BF já manifestava sua discordância com os caminhos adotados, que visavam o impedimento da presidente da república, sem que houvessem quaisquer provas decorrentes de dolo ou culpa.

Não somos contra o combate a corrupção. Muito pelo contrário. Desejamos que todos, sem exceção, sejam responsabilizados pelos seus atos. Mas para isso, é necessário que haja imparcialidade e provas contundentes e, também, que a justiça no país se demonstre efetivamente madura e equilibrada.

Esclarecemos: o impeachment é uma ferramenta constitucional, criada para que o presidente da república seja responsabilizado em caso de crime de responsabilidade. No entanto, as chamadas “pedaladas fiscais” ou créditos suplementares, do qual a presidenta Dilma é acusada, não representam crime de responsabilidade e foram artifícios utilizados por todos os governos anteriores – incluindo FHC, Itamar – e também realizados por todos os governadores deste país. Portanto, este processo de impeachment é completamente ilegal.

Estamos extremamente preocupados com tudo que vem ocorrendo nos últimos dias. Assim, enumeramos alguns aspectos que embasam nosso posicionamento:

1) O total desequilíbrio da mídia tradicional – em especial emissoras de televisão e revistas semanais -, que vem sistematicamente distorcendo a informação de forma explícita, com o claro intuito de manipular e inflamar a opinião pública contra o governo federal;

2) A violência verbal e física – muitas vezes gratuita – desencadeada nas ruas por parte dos manifestantes pró-impeachment, além de claros atos de discriminação;

3) Os mandos e desmandos da justiça, atropelando hierarquias, rasgando leis e a Constituição brasileira;

4) A crescente violência por parte da Polícia Militar dos vários Estados na repressão de movimentos democráticos e contra o impeachment.

Desta forma, certos de que contamos com a compreensão de todos os guerreiros e guerreiras do hip hop – em especial dos que não têm a mesma opinião, pois defendemos a diversidade de ideias e respeitamos a liberdade individual – reiteramos a nossa posição contra o processo de impeachment da presidente da república eleita democraticamente, Sra. Dilma Roussef.

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.