Tributo ao B-boy Ted Borges (1971-2021) | Por Airton Tomazzoni

B-Boy Ted em ação num dos espetáculos da Hackers Crew. Foto: Acervo do artista

0
63

Por Airton Tomazzoni

B-Boy Ted, pioneiro do Hip Hop gaúcho e brasileiro. Foto: Acervo do artista

“Faltava pouco. No próximo dia 11 de agosto, a mais antiga crew de dança de rua do Rio Grande do Sul, ainda na ativa, a Hackers Crew completaria 37 anos de existência tendo Ted Bboy como o grande coreógrafo e bailarino que mantinha viva esse verdadeiro patrimônio da cultura de Porto Alegre. No dia 12 de junho, Ted faleceu aos 50 anos e deixou essa cena vazia. Aqui meu modesto tributo a esse criador inquieto, criativo, incansável que nunca desistiu de afirmar a dança urbana na capital gaúcha e levar essa arte a outros cantos do Brasil e do mundo.

Conheci o Ted no começo dos anos 2000 e desde a primeira conversa muita identificação e admiração. Ele tinha integrado a segunda geração da Hackers Crew, o grupo mais antigo de dança de rua (como chama-se na época), que foi fundada em 11 de agosto de 1984, e contava na sua formação com nomes como Volmir, André, Tifoi, Vati, Jamaica, Cleber, Álvaro, Marcelo, Nezzo (hoje DJ), Uchôa, Mocinho, a B-Girl Luciane e Kiko. Ted pegou a fase dos encontros na Esquina Democrática, no Centro Histórico, ali no encontro da Rua da Praia com a Borges de Medeiros, e dos bailes blacks em Porto Alegre. E, quando a maioria dos integrantes foi deixando a Crew ele decidiu manter essa história viva e com Djan Costa passou a construir uma singular trajetória.

O Centro Municipal de Dança de Porto Alegre também realizou uma bonita homenagem em sua página oficial no Facebook. Veja:

Em 2004, disse que queria fazer um espetáculo para levar ao palco dos teatros e foi uma longa conversa sobre as ideias que levaram a estreia de O Ritmo Pulsante da Ruas que teve uma pre-estréia modesta no Teatro Bruno Kiefer da Casa de Cultura Mario Quintana. Eram poucos espectadores, mas pude testemunhar uma obra singular e diferenciada.”

O B-Boy Ted, da crew de dança de rua Hackers Crew, de Porto Alegre – uma das crews mais antigas do Brasil em atividade -, faleceu no último sábado (12/06) (clique aqui e saiba mais).

[+] Clique aqui e leia a íntegra do texto, com fotos e vídeos

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.