Quais cuidados com o corpo podem ajudar a melhorar a performance em shows? Confira 4 dicas essenciais

#Rap #Carreira | Sempre quando pensamos em carreira musical no rap pensamos em aspectos técnicas (de rima, para MC’s, ou de discotecagem, para DJ’s) e de Marketing. Porém, poucas vezes pensamos em como cuidar de nosso corpo pode nos ajudar nesse processo.

A convite do Bocada Forte, o educador físico e personal trainer Bruno Henrique (da BH – Building Health) escreveu para nós dicas importantes nesse processo. Confira:

 

 

 

 

 

Cada vez mais podemos ver artistas com corpos sarados e esculpidos. Na sua maioria, mudaram seus hábitos: ao invés de tomar sua cervejinha, agora tomam seus sheiks de proteína. Para muitos essas mudança trouxe benefícios além da saúde como a melhora da disposição e da resistência ao fazerem horas e horas de show.

Uma das maiores mudanças é a do cantor Belo: com o apoio de sua esposa Gracyanne Barbosa, mudou seus hábitos deixando de fumar, não bebendo refrigerante e consumindo menos sal. Com ajuda de uma nutricionista e um personal trainer, ele conseguiu em um ano perde 10 kg e aumentar sua massa magra. Na fala do cantor:

“Meu maior desafio era manter uma alimentação balanceada viajando tanto, o que foi resolvido pela minha nutricionista. Gracyanne me deu a maior força para deixar de fumar e ter uma vida mais saudável. Nos treinos a mesma coisa… Hoje, além do resultado na boa forma física, tenho mais resistência e me sinto muito mais disposto”.

Pense em criar uma rotina de treinos aeróbicos, de força e flexibilidade

4 dicas que podem te ajudar a melhorar seu desempenho nos palcos:

1. TREINAMENTO AERÓBICO: se a opção for por aulas de bike ou corrida, a intensidade do treinamento deve ser de 55% a 90% da frequência cardíaca máxima (para os mais treinados). Para os menos condicionados, o ideal é ficar entre 35 e 65% da frequência cardíaca. A duração deve ser de 20 a 60 minutos de trabalho contínuo ou em sessões fracionadas de no mínimo 10 minutos (duas vezes é o mínimo).

2. TREINAMENTO DE FORÇA E FLEXIBILIDADE: para desenvolver tanto a força quanto a resistência muscular é recomendado de 8 a 12 repetições por série; 6 a 8 repetições é melhor para o desenvolvimento da força e a potência muscular. Em indivíduos acima de 50 anos ou sedentários é recomendável fazer de 10 a 15 repetições – auxilia na prevenção de lesões. Inclusão de exercícios de flexibilidade é baseada nos seus múltiplos benefícios. Aumento na amplitude articular, funcional, desempenho muscular e na prevenção e tratamento de lesões. Os grupamentos musculares que necessitam de mais alongamento são os flexores dos joelhos, panturrilha e coluna lombar (para a prevenção de lombalgias e melhor desenvolvimento dos abdominais), ombros e a cintura escapular (para a melhora da postura e prevenção de dores ou lesões no pescoço). Realize os alongamentos para compensar o intenso trabalho a nível muscular

Tome muita ~ÁGUA~

3. CUIDADOS COM HIDRATAÇÃO E ALIMENTAÇÃO: a água ajuda a manter o equilíbrio do ácido, regula a pressão sanguínea, controla a temperatura do corpo e ajuda a eliminar as impurezas. É importante beber muita água, sucos de frutas, água de coco.

4. CUIDADOS COM A RECUPERAÇÃO: para garantir um bom desempenho do nosso organismo, algumas precauções devem ser tomadas para que a privação do sono não atinja seu pico de estresse. Uma noite de sono plena exige um ambiente sem barulho e sem luz, uma vez que a luminosidade altera ciclos biológicos, principalmente as produções de cortisol e melatonina. Para ter a sensação de descanso, o ideal é dormir 8 horas por noite.

 

Confira mais do trabalho de Bruno Henrique AQUI.

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.