5 Estratégias de Nicki Minaj no marketing que todo rapper deveria conhecer

0
516

#Rap #Carreira | Festas insanas e copos de lean de lado, como efetivamente os artistas contemporâneos tem construído suas carreiras? Um ótimo exemplo é o percurso da rainha das collabs: Nicki Minaj.

Onika Tanya Maraj, com 35 anos, vendeu 2 milhões de cópias em seu álbum de estréia “Pink Friday“, que alcançou o segundo lugar de melhores álbuns pela Billboard em 2010 e rendeu à MC as indicações de Melhor Artista, Melhor Performance Rap e Melhor Single pelo Grammy Awards 2012. Seu último álbum, “The Pinkprint“, lançado em 2014, rendeu à Nicki dois certificados de platina pela RIAA e uma indicação de Melhor Álbum de Rap para o Grammy 2016.

São vitórias consideráveis, ainda mais se considerarmos que Nicki, sendo uma mulher negra, nasceu em Trinidad e Tobago e, para os olhos dos americanos, é vista como inferior por ser latina. Além de talentosa e de ter um espírito empreendedor, Nicki teve garra para construir seu império.

Apesar de ser possível passar horas escrevendo sobre sua carreira, vamos focar em 5 estratégias que Nicki tem usado ao longo de sua jornada de forma estável e de certa forma incansável, o que tem permitido a ela criar um público cada vez maior e mais fiel ao seu trabalho.

1. Faça Contatos e aproveite oportunidades!

Você precisa de contatos. Bem no começo de sua carreira, Nicki lançou algumas mixtapes. Lil Wayne as ouviu e logo encontrou em contato com ela para que entrasse em seu selo musical: Young Money Records. Esse foi um dos fatores de Sorte em sua carreira. Mas logo a MC soube aproveitar essa chance e já em seu álbum de estréia, “Pink Friday“, aproveitou os contatos de Wayne e chamou MC’s de peso para participarem de sue projeto, entre eles: RihannaKanye WestEminemDrakeWill.I.Am. Além dela poder ter conhecido e firmado parceria com eles (que logo a chamaram para participar de seus álbuns), foi uma forma de colocar mais peso em seu primeiro álbum de estúdio.

Além disso, seu título de “rainha dos feats” não veio a toa: Nicki parece nunca negar convites para participar de músicas com outros artistas, incluindo Ariana GrandeJessie JRae SremmurdMadonnaMigos e mais de três parcerias com o DJ David Guetta, entre outros. Além de poder, assim, aparecer em diversos espaços diferentes ao mesmo tempo (“quem não é visto, não é lembrado”), são excelentes oportunidades de Nicki trazer para si o público de outros artistas grandes e influentes.

2. Trate seus fãs com carinho!

Mais do que vender álbuns e ganhar views, você precisa de um público fiel. Essas são as pessoas que vão acompanhar sua carreira de perto, compartilhar seus vídeos, comentar suas músicas com amigos e promover seus trabalhos. Apesar de bancar a “bad bitch”, Minaj possui uma legião de fãs também no público infantil e adolescente e sempre se mostra aberta e disponível para dialogar também com eles, como no episódio em que ela conhece sua fã, Sophia Grace no programa da Ellen.

E não apenas esse público mas, fora as tretas, o Twitter da MC é recheado de mensagens de agradecimento ao público. Além de ser uma ótima forma de recompensar seus fãs por apoio, em uma análise fria não deixa de ser uma maneira de promover sua marca para o público.

3. Reinvente conceitos tradicionais!

Quem achou que Nicki iria flopar pelo excesso de artistas “Barbie” no mercado, achou errado. Ainda que a MC faça uma série de referências inclusive diretas à boneca Barbie, (como no som “Black Barbies“), ela se apropria do conceito Barbie de uma maneira bastante inovadora. Além de se representar como uma Barbie negra (o que chama a atenção pelo contrantes com a tradicional boneca branca dos olhos azuis), sempre faz caretas e feições bastante expressivas. Nicki assim incorpora a referência Barbie mas ao mesmo tempo a reinventa e deixa sua marca nela: é a SUA versão da boneca.

4. Seja fiel à você mesma e ao seu planejamento!

Se você buscar agora qualquer clipe da Nicki Minaj no Youtube, seja uma música dela ou outra ela foi convidada, ela sempre apresenta flows, linhas, roupas, cabelos, maquiagens e expressões faciais típicas. A Nicki é consistente em todos os seus trabalhos. Seja em músicas eletrônicas como “Starships” ou  tristes como “Pills N Potions, a MC é ela mesma sempre.

Independentemente de como a própria Nicki encara isso psicologicamente, isso mostra que ela conseguiu realizar o sonho de grande parte dos MCs: criar uma “marca”, um estilo próprio.

5. Seja expressivo!

Ainda que no rap nós enxergamos o “chamar atenção” como uma técnica barata de marketing, que não casa com os valores da cultura Hip Hop, é possível utilizar essa estratégia de forma respeitosa com o Hip Hop e, ao mesmo tempo, útil para sua carreira.

Seja pelas roupas, pela expressão corporal, pelas cores gritantes ou pelas diversas diss tracks trocadas principalmente com Remy Ma, a Nicki sempre encontra uma forma de se destacar na multidão. Talvez porque nos EUA a cultura das “bad bitches” seja algo positivo em comparação ao Brasil.

Pensando no contexto brasileiro, é possível adaptar essa estratégia através de falas expressivas. Ser autêntico, sem ser preconceituoso, é algo cada vez mais valorizado pelo público. Ser verdadeiro, expressar o que se sente, são ferramentas que provocam identificação do público com seu trabalho e com você enquanto artista.

Parece difícil conciliar todas essas coisas no mesmo projeto? Se sim, ao mesmo tempo não é impossível. Foco, disciplina, persistência e visão de mercado são difíceis, mas te levam ao seu tão desejado sucesso.

Tem dúvidas sobre esse assunto ou gostaria de falar mais sobre sua carreira com alguém? Me envie um e-mail: arthurventurivasen@gmail.com!

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.