Opinião: O lado certo da cultura hip hop | Por Noise D

Membros de uma gangue no bairro do Bronx, em Nova York, berço da cultura hip hop

A cultura hip hop tem, em seu cerne, e que permeia toda sua história, princípios e valores bem claros, que devem ser respeitados. Ao fazer uma escolha política ou posicionamento contrário a esses princípios e valores, você assume por sua conta e risco e não pode usar o nome do hip hop.

No entanto, quem estuda a cultura hip hop e sabe de seus valores e princípios – e até por causa deles entrou em sintonia com ela -, não poderia assumir posturas contrárias. É um contra-senso. É incoerente. E é muito feio!

Muitas pessoas da chamada velha escola do hip hop perderam a noção desses princípios e valores históricos do hip hop em nome do egoísmo. Outros, da nova geração, nem se deram o respeito de estudar a sua história. Esses não podem ser tão cobrados, pois são ignorantes na real acepção da palavra.

Jovens em meio aos escombros do bairro do Bronx, nos anos 70, período em que o hip hop surgiu

Enfim, quem tá ligado no verdadeiro hip hop e em suas raízes não compactua com posturas que vão de encontro aos seus princípios e valores. O momento atual, vivido no país, urge atitude do hip hop contra esses governantes liberais, fascistas e corruptos. Não nos calaremos jamais!

A cultura hip hop tem lado certo, sim senhor!

O hip hop nasceu numa periferia e sabe muito bem de que lado está. Se você ainda não sabe, sugiro que comece assistindo alguns trechos do documentário Rubble Kings (abaixo) e que estude a fundo a sua história.

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.