Opinião: A preguiça é inimiga da informação | Por Noise D

Vocês já repararam que, quando o assunto é política, os jornalistas da grande imprensa tem a mesma opinião em tudo? Que não há divergências em nada?

Senão vejamos: “Lula é ladrão; não foi golpe; as reformas são necessárias; existe um rombo na previdência; a política brasileira envergonha o país; a culpa é da Dilma e do PT; o Estado está quebrado; juiz Moro é um herói” e por aí vai…

Por outro lado, os jornalistas da mídia mainstream são pródigos em não ter opinião quando o assunto é reforma trabalhista, privatizações, ajuste fiscal, pré-sal, condução coercitiva, trabalho intermitente e outros temas polêmicos… Nesses e em outros casos, a posição é, em 90% dos casos, a “imparcialidade”. Se noticia, não se opina.

Também é fácil perceber a omissão de informação. Senão vejamos: alguém aí viu a mídia de massa noticiar sobre Tacla Duran? Alguma nota, nem que seja de rodapé, a respeito do resultado final da CPI da Previdência Social, que chegou a conclusão de que o tal rombo não existe? Que a Rede Globo é a principal acionista do grupo de Previdência privada Mapfre? Que o governo de Estado e também federal, concede benesses a empresas privadas, que devem juntas bilhões em impostos? Que a queda da inflação e dos preços em alguns setores não é em função do aquecimento da economia, mas sim da quebra do mercado interno brasileiro? Pense.

Veja também como a grande imprensa é facilmente pautada pelos governos neoliberais. Perceba as notícias repetidas. O discurso decorado. “O Brasil está crescendo“; “A inflação está caindo“; “O mercado está reagindo“. E o papo de que as empresas estão contratando? Sim, estão. Estão contratando em regime serviçal, em contratos de emprego intermitente miseráveis. Bacana, né?

Enfim, tudo isso para que eu possa pedir a você: A PREGUIÇA É INIMIGA DA INFORMAÇÃO. Abra a sua mente. Pense fora da caixinha! Vá além. Não se deixe manipular pela onda que varre e carrega a opinião pública. Busque outras fontes de informação. Outras opiniões. Não fique repetindo o discurso da mídia de massa.

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.