Arnaldo Tifu lança o EP #Rap1997. Ouça na íntegra!

Arnaldo Tifu. Foto: Divulgação
A capa do EP, criação do designer Dênis Rodrigues de Freitas

#RapBRASILEIRO
O MC e rapper ARNALDO TIFU apresenta seu quarto trabalho de estúdio, o EP #RAP1997, com produção independente de seu selo, Coletivo Riso. Tifu assumiu toda a produção do EP, da direção musical à produção executiva, e encontrou inspiração em sua vivência nas ruas.

#RAP 1997 homenageia o ano em que o artista considera seu início na cultura hip hop e no rap de fato, época em que mergulhou no skate, no pixo, no graffiti. “Todos eles me levaram para fora do meu bairro e me ensinaram as vivências das ruas e a militância na posse negroatividade. Elas me trouxeram consciência e uma visão mais politizada da arte e do hip hop em si, me ensinaram a lutar por causas sociais. Essa é uma característica forte do ABC por ser uma região onde a luta sindical e política tem bastante embasamento“, conta.

Quarto trabalho de Arnaldo Tifu é inspirado na importância do rap e da cultura hip hop em sua construção humana e social

Contra-capa do EP

Além de ser uma continuação dos seus registros fonográficos iniciados com o álbum “A Rima Não Para” (2009), seguido por “A Rima Nunca Para (2013) e “Dias que Resolvi Cantar” (2015), o EP #RAP 1997 é o primeiro de uma série de quatro trabalhos projetados por Tifu para os próximos anos. “Cada um irá abordar um tema central. O #RAP 1997 é uma síntese da minha trajetória desde 1997 até 2017. Traz um pouco da minha visão sobre a arte de fazer rap, sobre amor e identificação com a cultura hip hop. Os obstáculos que temos que superar e como o rap nos ajuda a sermos inseridos na sociedade em um contexto mais amplo“, emenda.

Dê o play!

Ficha Técnica:
Gravado no Estúdio Ekord por Leonardo Marques, exceto a música “O Hip Hop Pulsa”, gravada por Pedro Simples, no Estúdio Links.
Produzido por Nixon Silva, exceto a música “O Rap Salva”, produzida por Pedro Simples.
Mixado por Nixon Silva e masterizado por Cessar Pierri no Flap C4.
Produção Executiva: Coletivo Riso.
Capa: Denis Freitas.

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.