‘The Ownerz’ do Gang Starr, 16 anos do último disco de DJ Premier e Guru

0
96
Gang Starr Capa The Ownerz

Lançado em 24 de junho de 2003, “The Ownerz” é o sétimo disco do Gang Starr, o sexto de estúdio e também o último disco da melhor parceria de todos os tempos entre um DJ e um MC. Eu não consigo falar mal de nenhuma música do Guru e do DJ Premier, seja com o grupo, participação ou na carreira solo. Sou fã! Tanto que tenho esse disco em vinil e consegui que o Premier autografasse na sua primeira passagem pelo Brasil. O vinil é triplo, portanto tem os lados A, B, C, D e E, o lado F existe, mas não tem nenhuma faixa gravada nele.

Relação de músicas na contracapa do vinil

Já avisei, não consigo falar mal. O disco é f***! Quem não tem pode comprar, baixar, pedir emprestado, mas por enquanto pode dar o play no final do post.

Quem já tem, pega agora e ouve novamente. São muitas participações, vamos a elas:

“Put Up or Shut Up” participação Krumbsnatcha;
“Werdz from the Ghetto Child” participação Smiley;
“Rite Where U Stand” single com participação Jadakiss;
“Nice Girl, Wrong Place” single com participação Boy Big;
“Who Got Gunz” participação Fat Joe e M.O.P.;
“Capture (Militia, Pt. 3)” participação Big Shug e Freddie Foxxx;
“Same Team, No Games” single com participação NYGz e H. Stax;
“In This Life…” participação Snoop Dogg e Uncle Reo.

O disco tem no total 19 faixas, a produção como sempre da dupla, as fotos foram feitas pelo Daniel Hastings, conhecido por fazer fotos de vários discos clássicos. Foram lançados quatro singles, três deles já foram citados anteriormente com as participações, a música que puxou o disco foi “Skills”. O instrumental tem a marca registrada e característica do Premier, refrão do Guru sempre bem feito, scratch com colagens do próprio Gang Starr, do KRS One e do Public Enemy.

Alguns dias depois do lançamento desse disco, no dia 05 de julho de 2003, era publicado no Bocada a resenha feita pelo DJ Tamenpi, confira:


Print da resenha do DJ Tamenpi, de 5/7/2003 (clique para amplicar)

Hoje eu vou falar sobre o novo álbum do Gang Starr.

Crítica: Muito Bom, Excelente.

É o mesmo de sempre, quer dizer, tá ótimo como sempre. Tem 19 faixas, eu só não gostei muito de duas, “Nice Girl, Wrong Place” que eu achei meio romântica demais e “Who Got Gunz”, que eu achei meio estranha, acho que o Fat Joe num tem muito a ver com aquela base.

Algumas bases eu achei meio parecido com as produções do disco do M.O.P. (Warriorz), bem pesadonas, mas a maioria delas são espetaculares mostrando mais uma vez que o Premier é “o cara das produções” o maluco tem o dom de fazer rap.

Tirando as músicas que eu citei, eu achei todas muito boas, de excelente qualidade, inclusive a com a participação do Jadakiss que eu não tinha gostado muito, mas depois de escutar direito achei boa. A que o “gangsta-man”, Snoop Dogg participa também é foda, sinceramente quando eu vi que tinha participação dele eu fiquei meio desconfiado, mas o maluco mandou muito bem.

É um disco daqueles que não enjoa e que vai dar muito o que falar ainda, não tanto quanto o anterior Moment of Truth, que na minha opinião é um dos melhores discos de rap de todos os tempos, mas desse ano foi um dos melhores que eu escutei.

Siga o BF no Insta – @bocadafortebf

Então, pra finalizar, esse é um disco obrigatório e atual pra coleção de qualquer um, pra escutar de ponta a ponta. Eu tô escutando ele todo dia, às vezes até duas vezes desde o dia em que eu baixei na net.

Estou na torcida pro CD sair no Brasil. Na verdade já tá na hora de ter cds do Gang Starr nacional, tem de uma porrada de grupos com menos expressão, tipo Arsonists e Afu-Ra (o que não deixa de ser bom).

Saindo no Brasil eu vou poder ter original, porque gringo já basta o vinil que vai ser muito caro.

Não dá pra destacar nenhuma faixa, porque é difícil pra escolher, todas são boas.

É isso, baixem que vale.

Ouça o disco completo

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.