O filme ‘Straight Outta Compton’

Filme ‘STRAIGHT OUTTA COMPTON‘ entra em cartaz nos cinemas brasileiros

Por James Lino

Esse talvez seja o grupo mais polêmico de todos os tempos do rap mundial, o N.W.A. Hoje no portal NWAWorld.com você tem os seguintes membros no grupo: Dr. Dre, Ice Cube, Easy E (R.I.P), MC Ren, DJ Yella e Snoop Dogg. Paira uma expectativa no ar: eles irão ou não sair em nova turnê? Enquanto esse burburinho não tem resposta, vamos ao filme…

IMG1Com estréia confirmada para o dia 29 de outubro o Bocada Forte teve acesso a uma sessão VIP no Cine JK, em São Paulo, para trazer em primeira mão, para todos os fãs do grupo no Brasil, as nossas impressões sobre o trabalho do diretor F. Gary Gray (‘Uma saída de Mestre’) em ‘Straight Outta Compton‘. Este filme é objetivo no sentido de traçar uma linha do tempo para a história do grupo e dos personagens de maior destaque (Easy E, Dre e Ice Cube), além de balancear a loucura que era a vida dos caras (família, o bairro em que vivam, o grupo, etc) e vida artística. Foco no N.W.A e a saga dos manos que botaram definitivamente o bairro de Compton, em Los Angeles, no mapa. Na sagacidade  da indústria que vive antenada e buscando o novo para fazer mais dinheiro. Foco na dificuldade em administrar o sucesso elevado a última potência. Peculiaridades da criação de hits, como o som “Fuck Tha Police” e outros são definitivamente pontos altos do filme.  É um filme cru, no sentido do relacionamento dos membros do grupo e dos membros do grupo com a mídia. Naturalmente fica devendo em alguns pontos, mas para todo aquele que entende que todo filme precisa de início, meio e fim, é compreensível. Como toda obra de ficção, vocês sabem, os caras contaram de modo cinematográfico o que em livro seria mais fiel a realidade. Mas boa parte de nós está acostumado a isso.

O filme sobretudo humaniza os personagens em seus relacionamentos entre si e suas famílias, de modo que naturalmente você irá se identificar no todo ou em partes. Isso é muito bom, pois aproxima você do contexto geral do filme e de suas histórias de vida. Destaque para a trilha sonora, sobretudo quando toca “Everybody Loves The Sunshine”, de Roy Ayers, na aparição do Dr. Dre. No mais, apreciei a obra como um todo. Porém se você procurar defeitos, inevitavelmente achará, mas nem por isso você sairá decepcionado. Acredito que menos que nota 8.5 ele não merece. Fica a dica. E prepare-se para ver um grande filme de gangsta rap. Enquanto isso vamos a música que tem o mesmo nome do filme!

Boa sessão!

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.