Rapper Tavn montando seu castelo

IMG_2360 2 redu

Rap, música eletrônica e moda juntos no trabalho do primeiro artista do selo ITWE

TAVN é mais uma prova concreta do que a nova safra do rap brasileiro vem fazendo. O MC de vinte e poucos anos fala a língua de parte da sua geração, seus temas não estão necessariamente ligados ao que se tem como dogma no rap nacional. Suas referências estão localizadas no que está sendo produzido na cena “bass” dos EUA.

Autodidata, Tavn já tem todas as composições de sua mixtape prontas. Dos beats – que tem produções próprias e de parceiros – ao flow conectado ao que rola na cena “trap rap” norte-americana, o MC passa por instrumentais que também contém samples. Relacionamentos que se desenvolvem em meio ao clima enfumaçado da ganja, manifestos de liberdade e momentos de plena consciência estão no rap de Tavn.

11041783_10204688976678981_7982883109630306222_nO jovem artista firmou aliança com o selo ITWE, do produtor musical LX (Stereodubs), juntamente com o beatmaker WC BEATS e o fotógrafo e diretor NAIO REZENDE. De acordo com os membros do ITWE, Tavn é um raro talento no cenário e seu rap vai ao encontro dos conceitos artísticos do selo. “Trabalhamos com o artista desde as ideias instrumentais até o lance visual. O estilo de vida dos jovens que curtem rap, moda e música eletrônica estão representados no som do Tavn”, afirmam.

Os produtores da ITWE ficaram impressionados quando ouviram o trabalho feito de forma caseira, mas cheio de personalidade. “O cara fala dele, mas também fala da  e pra geração dele. É como uma nova leva de jovens curtem o rap hoje, o público foi renovado”, concluem.

“Grower Não é Traficante” é o primeiro trabalho desta fase do mais novo MC da cena rap brasileira. Defendendo o cultivo caseiro e o uso da maconha, Tavn sabe que não traz nenhuma novidade, apenas marca posição política, algo que vai além do glamour que tentam impor quando os mais “modernos” abordam o comportamento dos usuários.

11049477_10204653241505624_345199499035250918_n
Naio Rezende, WC Beats, LX, produtores da ITWE, ao lado do DJ Cortecertu, posam para foto na sede da produtora.

Na correria
O selo ITWE deu um gás no trabalho de Tavn, e promete fazer barulho neste 2015.

O Bocada Forte visitou a sede da produtora/selo e teve acesso aos vídeos e sons que vão invadir a cena com muita ousadia e beats pesadões, no clima trap.

“Estamos começando, mas somos um time de artistas profissionais com experiências em diferentes áreas. Tudo é bem planejado”, finalizam.

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.