Negra Li: “esse espaço é nosso por direito”

0
13

10547710_783937341676849_3588062089898579915_n
Por Yara Morais

Bocada Forte: Voltando no início da carreira, na primeira formação do RZO, como o Rap surgiu em sua vida?
Negra Li: O rap surgiu na minha vida na época de escola, no 1º colegial. Um amigo me convidou pra fazer parte do grupo dele, eu tinha 16 anos na época. Foi fazendo show com esse grupo que conheci RZO e, então, recebi o convite para uma gravação.

Bocada Forte: Qual a diferença de bagagem musical da primeira formação do grupo, para a formação atual (da volta)?
Negra Li:
Acho que todos nós tivemos grandes experiências na música e grandes mudanças na vida pessoal. Eu, por exemplo, era uma menina. Hoje sou uma mulher, esposa e mãe. Fiz muitas participações em gêneros musicais diferentes. Fazer shows solo me dá cada vez mais intimidade com o palco e desenvoltura pra me comunicar com o público.

Bocada Forte: Que fato mais pesou para essa volta?
Negra Li:
Com certeza o pedido dos fãs nas redes sociais. E a saudade de estarmos juntos também!

Bocada Forte : Sabemos que a Negra Li é um dos grandes potenciais do grupo. O que vocês acham desse espaço que as mulheres vêm conquistando no Rap?
Negra Li:
Esse espaço é nosso por direito, conquistado com raça e vontade de fazer aquilo que amamos, com liberdade e igualdade.

Bocada Forte: As letras e pensamentos do Rap tiveram modificações ao longo dos anos. Vocês acreditam que, mesmo com isso, é possível fazer sucesso com letras feitas a partir de problemas sociais, ou seja, falando da periferia, da política e, de tudo aquilo que era o foco do Rap em meados anos 90?
Negra Li:
Com certeza! É exatamente esse diferencial nas letras que fizeram o público pedir o retorno do grupo, em minha opinião. O povo da periferia sabe que ainda enfrentamos os mesmos problemas. Não retornamos pensando no sucesso e sim na vontade de fazer música juntos de novo, reacendendo a chama das questões, desabafos, reflexões. Estimulando os jovens a raciocinar e a fazer boas escolhas. Essa é a meta!

Bocada Forte: Qual o seu maior ídolo, tanto na vida, quanto dos palcos?
Negra Li: Meu ídolo é Jesus Cristo. São muitos os artistas que me inspiram. Bob Marley, Lauryn Hill, Elis Regina e Jorge Ben Jor são alguns deles!

Bocada Forte: O que o público de vocês pode esperar desse retorno?
Negra Li:
Respeito real pelo público do rap. Voltamos por eles e vamos dar o máximo pra suprir a vontade que eles têm de ver a gene de volta, fazendo um bom som.

Bocada Forte: Como foi o primeiro show do retorno? O que cada um de vocês guardou na memória depois de subir ao palco?
Negra Li:
Foi maravilhoso! Eu estava exausta no fim, devido a viagem e os compromissos de divulgação. Mas fiz tudo com alegria. São muitos os flashs das boas lembranças durante o show. Pura nostalgia!

Bocada Forte: Uma música do RZO que mais define o RZO.
Negra Li:
Difícil essa pergunta! Mas, escolho a mensagem da música “Paz interior”. Nela se explica muita coisa.

Bocada Forte: RZO por RZO.
Negra Li:
’Todos são Manos.Todos são Humanos!”

barra_separadora

11265189_831646306871247_432597522901899444_n

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.