#ÉoVale: Síntese, ‘perpetuando ideias relevantes’

IMG_9086

Uma composição de idéias reunidas ou o objetivo de defender pensamentos através  da argumentação? Sim, o significado faz juz ao nome SÍNTESE, grupo de São José dos Campos que já vem de uma caminhada fazendo suas intervenções e utilizando a música como meio de expor sentimentos e vivências.Com mensagens que fazem qualquer presença se arrepiar, o conteúdo musical está em constante apreço no Rap, mas isto  não é de hoje, ainda com sua formação original o disco duplo lançado em 2012 “Sem Cortesia” foi muito bem aclamado pelo público. O BF trocou uma idéia com Neto, integrante do grupo que nos fala um pouco sobre a história, parcerias e projetos futuros do Síntese.

O SÍNTESE
O Síntese é o projeto da minha vida. Me sinto muito na incumbência de perpetuar essa atmosfera de idéias, que floresceu da vivência minha e do Léo, desde o início da nossa adolescência. E depois de tudo que vivemos, agradeço a Deus por ter a oportunidade de voltar com esse ministério, e de maneira saudável levar a diante esse sentimento de urgência à luta, cumplicidade de cárcere e subversão cerebral de fluidos contidos no espírito em prol de uma emancipação da consciência coletiva, para sonharmos e materializarmos uma condição pra existir que nos permita perceber o que realmente importa na vida: Cultivar sentimentos bons. E acima de tudo, relatar a realidade dessa sensibilidade submetida às atrocidades cotidianas contra a nossa essência e subjulgada por quem não se comove a ponto, porque selva de pedra endurece o peito memo.E no meio disso, o Rap é oratória. É o melhor jeito que eu achei de imprimir com intensidade tudo o que eu julgo relevante com a emergência e a interação com a realidade devida. O Rap é existencial. Tem que alcançar o sentimento de todos os seres, e abranger todas as consciências e singularidades possíveis. Tem que juntar o mundo e disseminar uma postura responsável á partir do sentimento da verdade. Mas ao mesmo tempo o Rap é música, e arte tem que evoluir, conforme atravessamos os agoras. Eu gosto muito de música, e quero fazer isso bem algum dia.

INTERVENÇÕES
É sublime poder chegar em outros lugares e encontrar pessoas dispostas a receber a energia que a nossa obra tem para transmitir, é algo que me desperta muita responsabilidade. Me comprometo com a nossa Mensagem cada vez mais profundamente a cada execução. Junto com as pessoas, visito todo o teor emocional contido nas músicas, à partir do sentimento de cada fase que eu passo dessa experiência de viver. Como acredito que seja todo sacerdócio. A intervenção é uma verdade universal transmitida por um ponto de vista singular, mas que não deixa de fazer sentido na vida das outras pessoas que se dispõem a visitar esse sentimento e passar por essa introspecção que nos permite acessar níveis de sinceridade que infelizmente não são comuns nas cerimônias de rap do nosso país. Cerimônias, que quando conduzidas com responsabilidade por alguém que está sendo portal de algo maior, expressando a natureza comum, inevitávelmente gera uma empatia no ser. Sentimento que inconscientemente, ás vezes, causa repulsa em algumas pessoas, enquanto outras se entregam, se emocionam e se renovam durante os rituais. O que me faz acreditar ainda mais em toda a energia que a gente depositou na nossa criação, e no poder que temos ao ser portal de algo tão grandioso. Até porque eu preciso acreditar nisso, dôo minha vida a isso diariamente. Deposito muita fé nisso, e de certa maneira as pessoas sentem. A fé, a esperança e o amor é o que vai nos salvar desse mundo de hoje, e nesses dias são quase um artigo de luxo. Mas nossa fé é desvinculada de qualquer religião ou instituição. Pra mim, envolve uma reverência espiritual, uma certa religiosidade… Mas é a fé no amor.

FAMÍLIA MATRERO
Nós quatro que estamos mais ativos com o Rap na Família vamos lançar esse ano, se Deus quiser. O primeiro álbum solo do Ingles – Nova Época – está em fase de mixagem. O Nego Max está terminando de escrever o dele, que produzi boa parte também, e o Moita está a todo vapor trabalhando seu. O Willian é um anjo na nossa vida, nos incentiva e nos suporta muito. Nossos irmãos Vinícius, Davi, Rogério, Douglas e Daniel também são de vital importância para continuarmos colocando energia nesse sonho, que pra mim começou com o meu irmão Leonardo.
[slideshow_deploy id=’5013′]

PARCERIAS
Foi algo novo, nunca tinha feito parcerias com pessoas distantes do meu convívio. Sempre tive esse apego, mas conforme o tempo passou, vejo que um reflexo da evolução da nossa arte, é saber executá-la em diferentes plataformas e contextos, ainda assim a partir do nosso interior, sem deixar de transparecer essa busca pelo crescimento do ser, que é o que impulsiona a evolução da nossa arte. A gente aqui na Matrero nunca teve muita pretenção com o Rap. Por isso, sempre tratamos com muito zelo, porque fazíamos uns pros outros.Expandiu muito minha a mente, ter tido oportunidade de trabalhar com os irmãos. Mas foi um parto ter que sair dessa nossa íntimidade de criação e execução. Um aprendizado necessário, pois vejo que esse é o caminho que precisa ser trilhado pra que a mensagem do Síntese chegue em mais corações.

PROJETO NAVE
O Projetonave foi minha primeira experiência com banda. Os irmãos do ABC sempre foram muito atenciosos comigo e me proporcionaram os primeiros contatos com ícones da história e da cena do rap em reuniões antológicas nos shows de lançamento da mixtape, do início do ano passado pra cá. Desenvolvemos um trabalho juntos e uma proximidade a partir disso. Sou muito grato ao Akilez, Marquinhos, Tubarão, Alex, William e DJ B8.

CRIOLO
No segundo semestre do ano passado o Daniel Ganjaman me ligou durante a produção do Convoque Seu Buda. Estavam em estúdio com o Criolo e me chamaram para ouvir uma música. Saí de São José, fui lá no dia seguinte. Trocamos algumas idéias e ouvi a música, escrevemos e na mesma semana foi feita a gravação oficial. Alguns meses depois o disco saiu e eu fui convidado para intervir em alguns dos eventos de lançamento. Foi o primeiro contato com essa realidade, com estruturas dessa proporção, tanto nos shows quanto em toda a produção. Pude conhecer muitas pessoas especiais e trocar aprendizados que levarei pro resto da vida.

SAKT
A convite do Zeca MCA, produtor do Manos e Minas da TV Cultura e idealizador da Boomshot, Kiko Dinucci e eu nos reunimos com Tiago França e Akilez para produzirmos um material musical juntos, para ser apresentado no programa de TV. O Kiko Dinucci é uma pessoa muito especial, aprendi muito colando semanalmente na casa dele na capital para sessões de troca de ideia e experimentação musical. O Akilez esteve conosco durante todo o processo, também imprimindo sua vibração e no último encontro Thiago França colou com sua genialidade e deu o toque final às obras que vieram a se tornar o SAKT, essa reunião musical ecumênica.

VALE EM 3D
O Vale em 3D foi uma idéia do ilustre DJ Dedé 3D, de documentar em forma de Cypher a movimentação dos MCs que estão em evidência atualmente no Vale do Paraíba. Muitos de nós nos conhecemos a muitos anos e embora não estejamos no dia a dia um do outro e cada um tenha seus motivos e suas intensões com o ofício, temos um apreço pelas pessoas uns dos outros e procuramos nos respeitar por aqui. Cada consciência, uma sentença. O registro diz tudo.

SÍNTESE EM 2015
Estou há dois anos trabalhando em um próximo álbum do Síntese, que tem sido a coisa mais importante da minha vida. Quero muito conseguir lançar esse ano.Para o primeiro semestre, creio que gravaremos oficialmente o que produzimos com o SAKT que compartilharemos com todos, possivelmente através do selo Boomshot.

[ + ] Curta a fanpage do Síntese
[ + ] Visite o Soundcloud do artista

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.