Novos Samples #15: Ouça trampos de Opanijé, Nickelman, Figub Brazlevic, KingFsorrow e Haz

0
0

Janeiro começa repleto de lançamentos no mundo alternativo do Hip hop. Sem conversinha de topo ou papo de abacaxi. Aqui é o lado B do lado B da dimensão underground. Cada um na sua… E a gente com a velha coluna Novos Samples. Vários beats, muitas rimas e uma proposta: ir contra a corrente.

The Promisse, HAZ – Toronto, Canadá
Um dos melhores discos que ouvi nesta semana. Flow envolvente e beats que remetem ao som alternativo feito na Golden Era e que continua vivo. Este é “The Promisse”, álbum do canadense HAZ.

The Fact, Nickelman
É de Osaka, no Japão, que Nickelman lança “The Fact”, uma parceria com a Deep Construction Records. O mano tem 13 trampos em sua página no BandCamp, o paraíso da música alternativa. Aperte o play!

Kaseta De Ouf, Figub Brazlevic
O BF já postou alguns trabalhos deste produtor por aqui. Ele é da Alemanha e, na atualidade, é considerado um dos maiores da cena jazzy – ou jazzhop – e boom bap rap. Ele acaba de lançar o álbum “Kaseta De Ouf”, que conta com 24 faixas instrumentais.

Day TV, KingFsorrow
KingFsorrow é MC de Nova York. No disco “Day TV”, o artista apresenta beats densos com linhas de baixo que são o suporte para suas rimas. Flow sujo, voz grave, ideias que flutuam de leve no peso dos instrumentais que são boom bap até umas horas.

Eles Podem Tentar, Opanijé (part. DJ Gug) Dr. Drumah
Os códigos da ancestralidade fazem sons negros transmitirem ideias e mensagens que fazem do rap algo único e mais preto do que muitos imaginam. Falar de forma original das dores e alegrias que fazem parte da vida periférica e carregada de melanina aproxima gerações de irmãos que estão em diferentes partes do país. No single “Eles podem tentar”, o grupo Opanijé demonstra a força do orixá Ogun e dispara: “O meu contragolpe é Hip-Hop e fé no ancestral”. O grupo tem uma trajetória no rap brasileiro. Clique aqui pra saber mais sobre essa parada.

Bostich, DJ Spinn x Gant-Man
Essa foi uma indicação do DJ Will Engine. DJ Spinn e Gant-Man trazem uma track eletrônica para mostrar que a criatividade ultrapassa os timbres e truques dos beats do rap mainstream. Footwork para quebrar o queixo dos produtores type beats que invadem o mercado e alimentam as novas tracks dos rappers com qualidade duvidosa.

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.