Preta Rara: luta e empoderamento

pretarara

“Escrevo muitas letras e poesias empoderando outras mulheres, pois me sinto muito empoderada e fortalecida em poder contribuir com a autoestima feminina”

Por: Cristina Dias (Hip Hop Feminino)

Ela é uma das mulheres que mais articula experiências dentro da cultura afro-brasileira, seja mandando suas rimas, participando de palestras ou dando worksops por todo o Brasil.

A artista usa sua pagina no Facebook para mostrar os desembaraços que acaba enfrentando em seu dia-a-dia e acaba sendo porta voz de milhares de mulheres negras que passam por situações similares as dela, mas que não tem a oportunidade de se expressar ou não se sentem a vontade pra falar, talvez, por medo se sofrer retaliações.

Iniciou na cultura hip hop após a percepção de que não havia – em meados de 2005 – na Baixada Santista, alguém que representasse o gênero feminino no Rap. A equipe HHF se sente lisonjeada em poder contar com a colaboração de Preta Rara.

HHF:  Apresentação
Preta Rara: Joyce Fernandes, vulgo Preta-Rara. 30 anos.

HHF: Trajetória
Preta Rara: Iniciei minha carreira no rap em 2005 através de uma conversa com uma colega que também gostava de Rap. Percebemos que na Baixada Santista naquela época, não tinha nenhuma mulher cantando Rap. Depois dessa percepção demorou uma semana e já tínhamos um rap escrito. E assim, conquistamos o nosso espaço no cenário paulista, com o meu antigo grupo Tarja-Preta.

HHF: Processo de criação das letras e inspirações
Preta Rara: As letras acabam vindo através do meu cotidiano. Ando muito de ônibus. Sempre estou em vários lugares diferente e tenho mania de observar as pessoas (às vezes de forma discreta rs). Acabo me espelhando em conversar com amigos e, hoje em dia, até através de postagens no Facebook. As principais inspirações para compor minhas letras são as mulheres. Escrevo muitas letras e poesias empoderando outras mulheres, pois me sinto muito empoderada e fortalecida em poder contribuir com a autoestima feminina.

pretarara2HHF: Relação com fãs
Preta Rara: Eu ainda não me considero uma grande artista que tem fãs (risos). Mas tenho as pessoas que admiram o meu trabalho como companheiras e companheiros. Utilizo as redes sociais para divulgar meu trabalho e recebo muitas mensagens pelo Facebook. Algumas dizendo que se fortaleceram através dos meus Raps ou de uma postagem no Facebook e tal. Fico muito feliz quando eu chego aos lugares para cantar e as pessoas sabem a letra e cantam juntos. Isso é incrível!!! Recentemente fui pela primeira vez em Salvador fazer um show e todos conheciam as minhas musicas. Acho que esse é o poder da música, pois ela chega antes de mim em vários lugares no Brasil e em alguns países do continente africano.

HHF: Projeto
Preta Rara:  O nome do meu primeiro CD solo é ‪#‎Audácia‬. Ele será lançado no 2º semestre de 2015. Demorei a produzir esse CD, pois ainda não tinha maturidade musical suficiente. Sou perfeccionista e às vezes isso acaba atrapalhando. E assim, demorei mais de um ano para começar a produzir. Mas voltei aos estúdios e esse ano sai sem falta. Com relação às participações estamos fechando ainda algumas e logo divulgaremos.

HHF: Quais recursos estão sendo usados para produção do CD? É independente?
Preta Rara: Estou gravando o CD na OQ Produções com os produtores musicais Iuri Stocco e John Affleck . As instrumentais (os beats) quem assina é o Blood Beat e DJ Caíque. Os samples e scartchs de todo o CD fica por conta do DJ Kiko (Pentágono). Para o primeiro show de lançamento do CD, que será em Santos, teremos vários parceiros fazendo a parada acontecer, e o #Audácia está reunindo uma galera muito legal. Depois de 10 anos cantando Rap, agora tenho um produtora, a Talita Fernandes que, divido com elas as inúmeras tarefas. Assessoria de imprensa Rachel Munhoz e Lincoln Spada. Designer gráfico Ruy Sposati, Personal Sytle Márcio Pierroti e vários outros colaboradores.

HHF : Qual é seu estilo/proposta dentro do seu elemento no hip hop?
Preta Rara: Olha, não sei como definir o meu estilo no Hip Hop. Atualmente escrevo sobre relacionamento e causas sociais e o que vier na mente (risos). 

HHF: Principais influências e referências musicais?
Preta Rara: As influências variam com o tempo e tal. No momento escuto muito Carimbó, Mpb e cantoras nacionais da década de 60 a 80. Como estou em processo de construção das letras, acabo não escutando Rap para não influenciar no meu trabalho.

HHF: Divulgação
https://soundcloud.com/pretarara/preta-rara-audacia
https://www.facebook.com/pretarara2?fref=ts
https://www.youtube.com/watch?v=QiAcLY5HoZI (Obs.: Vídeo gravado de um celular, com baixa qualidade: Participação no show do Criolo em 1/5/2013)

HHF: Qual a importância de termos uma página sobre o universo feminino no Hip Hop?
Preta Rara: É de muita importância uma página como essa, pois é mais uma ferramenta de divulgação para as mulheres. Ainda encontramos resistência em alguns sites e páginas para a divulgação de nossos trabalhos.

HHF – Indicação
Grafiteira Fixxa: https://www.facebook.com/FixxaBrasil

DJs
Simmonehttps://www.facebook.com/deejaysimmone.lasdenas
Vivian Marques: https://www.facebook.com/djvivianmarques

MCs
Issa Paz: https://www.facebook.com/issapz
D’Origem: https://www.facebook.com/Dorigemrap

B.Girls
Miwa: https://www.facebook.com/BgirlMiwaOfficial
Bruna Buh: https://www.facebook.com/bruna.buh.16

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.