Inquérito transforma cotidiano escolar com Parada Poética

DSC_0993

Poeta percorre escolas de Campinas (SP) com espetáculo poético no projeto Encantar

Só vou desistir, abortar minha missão, quando a educação aqui virar ostentação”. Por acreditar na própria poesia que Renan Inquérito percorre escolas, centros universitários, unidades da Fundação CASA, bibliotecas e bares com a Parada Poética. Durante todo os meses de março e abril, pelo menos 20 escolas foram visitadas por ele, acompanhado do fotógrafo Márcio Salata, no projeto Encantar, do Sesc Campinas (SP).

Quando criaram a Parada Poética, um sarau em um bar na região metropolitana de Campinas, Renan Inquérito e Márcio Salata não imaginavam a dimensão e a importância que a ação tomaria dois anos depois.

Tem gente que gosta de números, outras de ações de verdade. Nós, da Parada Poética, gostamos das transformações e por meio das imagens, é possível enxergar os números transformados em emoções por todos os lados em que passamos”, destaca Renan Inquérito, que faz questão de trabalhar a poesia, o rap e a mensagem na base.

A afirmação do poeta pode ser comprovada, seja em palavras, seja em números. Em oito semanas, pelo menos 10 mil pessoas foram atingidas diretamente pela força da poesia e dos autores vivos, recitados no microfone, no megafone, ou só na voz.

E por falar em voz, são as crianças e adolescentes que ganham. “Achei muito interessante a Parada Poética, porque estimula o jovem com a poesia, na literatura e na educação”, disse o estudante Diogo, de uma das escolas visitadas pelo projeto.

DSC_1600

A mudança pode ser notada, facilmente, pelos educadores, como é o caso da professora de português Isaura, de uma instituição que recebeu a Parada Poética duas vezes. “Foi uma experiência que implementou novas coisas na aula de língua portuguesa. As crianças saíram da atividade fazendo poesia, música e começaram a enxergar tudo diferente. Até as placas de trânsito viraram poesias para elas, então foi muito importante”, comentou.

Desta forma, o poeta Renan Inquérito transforma a educação em ostentação, ao inovar com o espetáculo poético e mostrar que a poesia pode estar no cotidiano, no amor às palavras, no trato com as pessoas, na forma de lidar e enxergar o mundo.

As fotografias de Marcio Salata, clicadas durante as 32 ações devem se tornar, posteriormente, uma mostra fotográfica, devolvendo aos estudantes e instituições de ensino um pouco da poesia vivida durante um mês de visitas e encontros.

Sobre a Parada Poética
O sarau já passou por diferentes municípios e estados brasileiros, além de escolas, presídios, unidades da Fundação Casa e instituições de ensino.

O sarau teve estreia há pouco mais de dois anos e desde o início, as edições acontecem uma vez por mês divididas entre as cidades de Nova Odessa (SP), Americana (SP) e Campinas(SP). O evento aconteceu também em São Carlos (SP), na 5ª Jornada Literária em Araçatuba (SP), no Flipoços em Poços de Caldas (MG), no Festival Literário de Ribeirão Preto(SP), em Bauru (SP), Marília (SP), entre outros locais, além de ter percorrido escolas e unidades da Fundação Casa.

Conheça mais sobre a Parada Poética no site: www.paradapoetica.com.br
barra_separadora

PARCEIRO BOCADA FORTE
10322826_1563486583922710_6804016282899206628_n

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.