‘Não sou convencido, sou convincente’, diz Emicida em ‘Eminência Parda’

0
31
Imagem de Divulgação

#RapBRASILEIRO Emicida lançou ontem (09.05) mais um vídeo, primeiro single do seu próximo álbum. O nome da música é “Eminência Parda” e tem as participações da paraense Dona Onete, o paulista Jé Santiago (Jovem Santi) e do português Papillon. Dona Onete (Diva do carimbó chamegado) abre e termina a música cantando o “Canto II” do disco Canto dos Escravos (Eldorado/1982, Tia Doca, Clementina de Jesus, Geraldo Filme), obra de domínio público originalmente gravada na voz de Clementina de Jesus e que vale muito a pena ouvir, vou deixar aqui no final do post.

Jé Santiago ficou responsável pelo refrão, Emicida e Papillon na rima e a produção do Nave, esse último pegou pesado nos timbres de bumbo e caixa.

O título da música, na minha humilde interpretação, faz referência ao atual desgoverno que vivemos no país onde o comando parece estar sempre ameaçado. O vídeo não precisa de explicação e nem de interpretação, tudo é muito claro e direto. Voltando a música, a produção ficou muito boa, as dobras e vozes de fundo, a parte da Dona Onete no inicio e no final como se fosse uma canção de ninar, Emicida flutua e a base foi milimetricamente mapeada, não só na parte dele, mas na do Papillon também.

Isso é muito bom, creio que virá um disco com muitas participações e será para elevar o nível do que vem sendo feito no Rap brasileiro.

Assista ao vídeo:

Canto dos Escravos

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.