Grupo francês I.A.M prepara lançamento do álbum ‘Yasuke’

A capa do álbum ‘Yasuke’. (Clique para ampliar)

O lendário grupo da cidade de Marselha/França, I.A.M, prepara o lançamento de seu novo álbum, “Yasuke” (já em pré-venda), para novembro.

O nome do álbum é uma referência ao Samurai negro Yasuke. Segundo a história que é contada*, Yasuke foi um guerreiro do país africano de Moçambique que se tornou um samurai no Japão, tendo servido ao daimyo Oda Nobunaga. O seu nome original não está registado em nenhuma fonte e não é claro se Yasuke é um nome japonês com base no seu nome original ou se é um nome lhe concedido por Oda.

O disco, que será lançado pelo selo Def Jam France, deverá ser lançado em três volumes (em vinil) e também em CD duplo.

Akhenaton, Shurik’n, DJ Kheops, Imhotep e Kephren – que formam o grupo – são conhecidos na cena internacional por terem lançados grandes clássicos do Rap francês, como os álbuns Ombre est Lumière, em 1993, e L’école du micro d’argent, em 1997.

Até o momento, o grupo tem dois singles do álbum lançados: “Omotesando” e “Rap Warrior“. Confira abaixo!

Omotesando
O nome da música é uma referência ao distrito de Shibuya, na cidade de Tóquio, no Japão, considerado o ‘Champs-Élysées’ da cidade. O filme tem direção de Didier Daarwin (Tous des K).

“Eu vandalizo o rap, simples como A-B-C
Você ouve o som de longe quando as janelas estão abaixadas
Eu tenho esse histórico no sistema, são necessárias as rimas
E todos aqueles que são de paz vêm
Ouça, a música não planeja
Mesmo os mais lindos não se qualificaram
Então, todos os dias no laboratório, vou pegar minhas balanças
Dou o máximo antes da oratória
Os poodles todos sabem que somos rottweilers
100% das palavras são nossas, aqui não há ghostwriters”

Assista ao videoclipe de “Omotesando”

Rap Warrior
A música “Rap Warrior” tem letras de Akhenaton e Shurik’n, com scratchs de DJ Kheops. O filme tem direção de Didier Daarwin.

“Eu liberto meu coração, um pouco, todas as noites no palco
A irmã faz minhas lágrimas
E a hora dos shows: a alegria substitui a dor
Eu tenho tantas armas quanto frases escritas
Eu serei capaz de me sentar, frustrar suas armadilhas a cada verso, lutando contra os estrategistas
Doce com meus filhos e difícil com meus inimigos
Mesmo que o som pare, estou lutando contra um oponente feroz”

Assista ao filme da música “Rap Warrior”

Com Huffpost França
*Com Wikipedia

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.