Mel Duarte lança álbum ‘Mormaço’ em São Paulo

Disco de spoken lançado em agosto é uma imersão ao universo do amor e do afeto; show conta com participações de Nina Oliveira e Amiri

0
36
Flyer do espetáculo

Por Jessica Balbino

Estreia, no próximo dia 21 de setembro (sábado) às 19h, o espetáculo Mormaço – Entre outras formas de calor, do disco de mesmo nome da poeta Mel Duarte. Este é o novo projeto da artista, que tem mais de 10 anos de carreira e 4 livros publicados. O disco, com 10 faixas, lançado em agosto, propõe um experimento no formato spoken, uma imersão ao universo do amor e do afeto. O ingresso para o show é gratuito.

O formato ainda é pouco explorado no Brasil sendo Mel a primeira poeta e slammer negra brasileira a lançar um projeto nesse viés, convidando o público a adentrar nessa experiência sonora diferente.

“Mormaço é justamente a sensação térmica que quero provocar em quem escutar o disco. Ele fala sobre afeto, sobre coisas que fazem o peito aquecer. Quero apresentar outras formas de calor, só que através da minha poesia”, destaca Mel.

O show conta com banda ao vivo e participações especiais da cantora Nina Oliveira e do rapper Amiri.

Serviço:
O que: Lançamento “Mormaço – entre outras formas de calor”
Quando: 21 de Setembro (sábado), às 19h
Onde: Sesc 24 de Maio – 3º andar (Rua 24 de maio, 109, República)
Entrada franca

Capa do disco ‘Mormaço’

Sobre o Mormaço

Com 10 faixas, o disco é uma incursão mais profunda da poeta ao universo do spoken, pouco conhecido e explorado no país, mas bastante celebrado por artistas norte-americanos de soul-jazz desde 1970, reforçando o uso da palavra em um contexto musical, apresentando uma nova vertente da poeta.

Com produção musical de Dia, – que já assinou discos de Tássia Reis, “Rimas e Melodias”, Brisa Flow, dentre outras -, o disco foi gravado no C4Studio e chega com poesias sobre amor, paixão, afeto, paixão e erotismo. Além de Dia, o álbum traz músicos como Renato Taimes (arranjo de guitarra e execução), Sintia Piccin (sax e flauta), Richard Fermino (multisopros), Sivuca (percussão), Jackson Silva (baixo acústico), Weslei Rodrigo (baixo elétrico), Marcelo Soares (arranjo de cavaco, violão e execução), que dão ao trabalho todo o conceito. A única música que Dia não assina é “Ressaca”, produzida por Peter Mesquita.

Ouça o álbum

Para a apresentação deste trabalho, Mel Duarte mescla, no palco, música, ritmo e poesia acompanhada por banda com direção da atriz, cantora e MC Dani Nega. Com o próprio corpo, a voz e a performance, apresenta seus poemas em um espetáculo lítero musical, que proporciona a quem assiste, uma experiência sensorial e sinestésica única.

Algumas faixas contam com participações especiais, como a das cantoras Bia Ferreira, Nina Oliveira e do Rapper Amiri e cada uma das 10 faixas será “ilustrada” por uma fotografia da baiana Helen Salomão que assina as fotos do disco “Bluesman” de Bacu Exu do Blues, transformando o Mormaço em um trabalho criativo e original que pode ser ouvido a sós, a dois ou em uma festa e foi pensado especialmente para emanar boas energias através dos poemas e dos sons ali contidos e experimentados.

A proposta deste projeto é apresentar outro lugar do trabalho de Mel Duarte, que chega agora mais versátil, alcançando o público através da oralidade, mas, desta vez, mesclando música e poesia.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.