TW com Killer Mike, para preto e branco ver.

#Reviews | TW com Killer Mike (Trigger Warning with Killer Mike) chega com sua primeira temporada no catálogo da Netflix trazendo uma enorme dose de inquietação. No bom sentido, é claro. Mike é um grande ativista social e constantemente luta pela causa negra americana. Isso permeia sua vida, desde suas músicas, até seu ativismo político mais “direto”. E não poderia ser diferente em sua colaboração com a Netflix, Trigger Warning com Killer Mike. Nesta minissérie de formato reality o rapper parte para a ação para mudar os problemas que permeiam a sua comunidade com medidas nem um pouco convencionais.

O primeiro capítulo é um ótimo representativo do que vem adiante, Killer Mike tentará viver três dias somente de produtos do mercado negro, e não estamos falando do mercado ilegal, muito pelo contrário, mas do mercado movimentado e produzido por pessoas negras. Este é o tom da série, soluções radicais, porém baseadas em ação direta, para problemas estruturais, seja na área profissional, educacional, ou no empreendedorismo de gangues, sim, os Crips e os Bloods estão nessa (ops).

No fim das contas, a série documental Netflix TW com Killer Mike é um programa que faz rir e também refletir bastante, o que, por si só, já o faz ser excelente.

A série apresenta muito bem as temáticas, e se benificia muito da inteligência de Mike, que não poderia ser diferente vinda de um dos maiores rappers da atualidade. As ideias são claras e os problemas são entregues no melhor estilo. O artista não tem medo de olhar nos olhos de uma pessoa e dizer “você é racista”, ou de dizer a um pastor negro que o cristianismo faz mal para a comunidade negra. As soluções encontradas seguem a mesma linha, e talvez aí esteja um dos poucos pontos negativos da série.

Ao apresentar soluções como: “ensinar pessoas a concertar uma tomada por meio de pornografia”, (sério) por exemplo, é possível que o seriado perca um pouco da atenção do público. No entanto, mesmo nesse episódio, a mensagem passada é produtiva e bem-intencionada. No fundo sabemos que algumas das ideias tem como objetivo gerar um impacto provocante, e isso é uma grande parte da propagação de um pensamento, afinal polêmicas geram discussões. Porém ao tentar resumir em pequenas narrativas de meia hora, perde-se um pouco do impacto e se abre espaço para um maior estranhamento. A mensagem final, sempre, é sempre positiva e chama o espectador para a ação para que uma mudança real possa ocorrer, e esse é um grande mérito da série.

 

 

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.