Opinião: O Maestro do Canão

rapper-foi-morto-a-tiros-quando-finalmente-comecava-a-fazer-sucesso-1421255523883_615x300

Por DJ Cortecertu

Com imagens capturadas seis meses antes da morte do rapper Sabotage, o documentário “Sabotage: O Maestro do Canão”, começou a ser exibido ao público na noite desta sexta-feira (23/01), no Auditório Ibirapuera, em São Paulo.

Sabotage, artista assassinado no dia 24 de janeiro de 2003, tem parte de sua trajetória veloz e intensa retratada na lente de Ivan 13P, um dos fundadores da 13 Produções. Sem inquérito ou investigação policial, Ivan preferiu mostrar como o carisma, talento e coragem de Sabotage, aliados ao esforço de Sandrão, do RZO, e Rappin Hood, abriram caminhos para o rapper da zona sul de São Paulo construir sua marca no rap e imprimir seu estilo em diferentes gêneros musicais e áreas da cultura, como no cinema.

Por meio de depoimentos de artistas, produtores, cineastas e familiares, “Sabotage: O Maestro do Canão” apresenta o negro, pobre, favelado, pai jovem. Homem comum do gueto que enfrentou traumas que passam pela morte do irmão e chegam ao momento em que Sabotage é obrigado a fazer escolhas que mudam seu destino. Da vida honesta, do trabalho precário, para o crime. Do crime que vivia, para o crime que começou a relatar em seus raps.

Grande parte do público do hip hop é representada em cada palavra ligeira da lógica caótica disparada por Sabotage. Cada parede de madeira, cada beco, cada vila, tudo faz parte do quebra-cabeça que muito periférico ainda tem que montar hoje. Uma questão de identidade que passou batida pela grande mídia, grupo que teve acesso ao documentário antes da pré-estreia.

Ivan 13P conseguiu montar quadros com dramas reais, mas mesclou humor e leveza, também características do Mestre do Canão. Os passos de Sabotage mostram um negro na correria para quebrar diferenças e barreiras que não foram criadas por ele. Algo que faz parte da nossa realidade. É isso que a gente sente na pele, é o olhar de dentro, a interpretação dos iguais.

O olhar de fora? Bem, pra eles, o mais interessante foi o fato de Sabotage ter dito que era fã da Sandy.

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.