Momento histórico: rappers se unem contra a violência policial nos EUA

13642931_1706394856276482_804500052_n

13576003_1704983593097741_8610641550021218545_oAssim como no Brasil, a violência policial contra jovens negros no Estados Unidos é constante. Após a morte de mais homens negros cometida por policias brancos, os rappers THE GAME, SNOOP DOGG, dentre outros coletivos, organizaram uma marcha em direção ao Distrito Policial da cidade de Los Angeles/Califórnia. Entre os integrantes estavam também membros de duas gangues historicamente rivais nos Estados Unidos, os Bloods & Crips. A manifestação tem o nome de “Operação H.U.N.T. – Hate Us Not Today” (*Não Nos Odeiem Hoje). Outros rappers também se manifestam a muito tempo em caminhadas, músicas, clipes, declarações e etc. O mais recente a se expressar através de música foi JAY Z, que aproveitou o momento para lançar a música “SPIRITUAL“.

A questão do assassinato dos jovens negros teve como consequência mais uma tragédia, recentemente. Um homem atirou e matou 5 policias, no que a imprensa chamou de “massacre aos policias” na cidade de Dallas/Texas (mas não utiliza ‘massacre’ aos jovens negros mortos por policias). A identidade do homem já foi divulgada de forma oficial. Trata-se de um ex-militar negro, que morreu na troca de tiros.

No Brasil diversos movimentos culturais e artistas da periferia denunciam e protestam contra o genocídio da juventude negra periférica há muitos anos, mas não tem o mesmo reconhecimento e cobertura da mídia brasileira na proporção que os protestos norte americanos tem na mídia de lá. Isto evidencia a naturalidade com que muitos tratam a morte da população negra periférica no Brasil. Ao lado você confere o quadro da violência policial contra a população afro descendente nos Estados Unidos e no Brasil, no ano de 2015. A informação foi compartilhada pela página Alma Pretatendo como fonte IBGE, Anistia Internacional, Quartz e uma emissora brasileira.

*Tradução literal.

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.