Ouça o rap de periferia do grupo Velho Oeste 011

2
340

Formado por D’Mello, Digo 4P e DJ Manga, o grupo Velho Oeste 011– que está desde 2016 na cena rap- apresenta o disco “Pelos Próprios Caminhos“.

O trampo tem participação de um time forte de artistas da cena, como Gaspar (Z’África Brasil), Arjonas (Casa Loca 13), Tinna Rios, Murilo Banton, Luiz Preto (Caos do Subúrbio), e o grafiteiro Bonga Mac, um dos maiores incentivadores do grupo.

Com beats que mesclam soul e o peso do boom bap, “Pelos Próprios Caminhos” conta com produções de DJ Mister Dri, Said no Beat, Drôga, Skip, DJ Jaílton e o veterano Duck Jam.

O Exército
Velho Oeste 011 traz seu exército de MCs para falar de esperança e luta nas periferias. O grupo também trafega por timbres do gangsta e do trap. “Pelos Próprios Caminhos” traz rap de raiz e uma mensagem forte contra os oportunistas do rap.

São 11 faixas que trafegam nas quebradas que estão entre a consciência e a superação dos obstáculos que todo jovem negro e periférico enfrenta. Para sobreviver ao caos, respeito e dignidade são as chaves.

Destaque para as faixas “Mulher vitória”, com Tinna Rios, “Esperança”, com Luiz Preto e Mr. Dri, e “Segurança da nação”, com Gaspar. Dê o play!

2 COMENTÁRIOS

  1. Salve rapaziada, máximo respeito! Só gostaria de corrigir um pequeno erro de pontuação, na produção eu assino Drôga tem “^” (assento circunflexo) que ficou faltando na letra “o”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.