Du Efex lança ‘Du Barraco Pa Espaiá’

Capa do álbum

O rapper Du Efex, da zona leste de SP, acaba de lançar seu primeiro disco solo, ‘Du Barraco Pa Espaiá‘. Já tínhamos postado aqui o vídeo da música “Especialista”, praticamente um mês depois o álbum foi lançado. É Rap de raíz, sem meias palavras, é papo reto.

O título das músicas já explicam do que cada uma se trata, Du é totalmente influenciado pelo Rap dos anos 90 e isso está evidente nas letras e nos instrumentais.

Já acompanho a correria dele há algum tempo, desde o grupo Efeitos, há uns 10 anos atrás e já curtia. Era o tempo em que a gente ficava conhecendo os grupos ao vivo, hoje tá mais difícil, se não ficar ligado nas redes, passa batido. Muito bom saber que ele continuou, pois não é fácil atravessar uma década – contando de quando ouvi o Efeitos, pois sua caminhada é mais longa que isso – de forma independente.

O estilo dele é bem particular, é um ótimo rimador, improvisa gírias, palavras, quebra algumas para que as terminações combinem e não perca o tempo, meio parecido com o que o Sabotage fazia.

Du Efex e seu antigo grupo E.F.E.I.T.O.S

Conheço bem o trampo de quase todo mundo que participou do disco e é muito claro que são participações que estão no disco por uma grande afinidade musical e até de amizade. É aquele disco pensado durante bastante tempo, que o cara vai só tendo ideias e mantendo na cabeça o time que ele vai querer no disco, ai quando é pra cair pra dentro do estúdio ele só aciona os nomes e fecha as músicas.

A maioria dos scratchs e colagens são do DJ RM, há muito tempo o melhor DJ para esse tipo de participação. Mas também tem participação do DJ Mayk, do Terceira Safra, na música “Quedas e tombos”. Na mesma música participam Luiz Preto, seu parceiro no Caos do Subúrbio, o músico e cantor Henrique Elói faz o refrão.

Assista o vídeo da música “Especialista”

Ainda tem o Marrom, que cantava com o RZO, Erick 12 e Reviravolta Máfia. Participam também Tico QDP (Quebra de Padrão), Raphão Alaafin e o Sem Grana, da Rec Livre e Família 4 Vidas. O mano Efex foi de leste a oeste, passando pela norte e se pá ainda encostou na sul e no ABCD.

Disco muito bom. Em pouco mais de 30 minutos você ouve completo, sem pular nenhuma faixa. Nóis gosta assim, Rap autêntico de quebrada, nada gourmetizado, sem colocar água pra diluir e agradar quem só curte “Rap de prédio”.

Resumindo: Ele faz a sua INTRODUÇÃO oficial falando da sua CONDUTA, sem ser ZÓIO DE LULA e rimando as LEMBRANÇAS. Fala das QUEDAS E TOMBOS, dá e recebe carinho durante uma CHUVA DE VERÃO e “SEGUE” NA FÉ no ESTILO FAVELA. O descendente de BENGUELA, um ESPECIALISTA da rima, finaliza pedindo PROTEÇÃO.

Uma observação, sem reclamar, só constatando um fato:

Esse disco me fez pensar em uma particularidade de como são feitas as divulgações hoje em dia. Há 10 ou 15 anos atrás, os materiais chegavam pra gente antes de serem lançados, a gente recebia o CDR, já fazia entrevista e resenha, quando o disco saia a matéria tava pronta, tudo isso sem assessoria nenhuma, direto com o artista, não importava se o grupo era famoso, desconhecido, nacional ou internacional.

Hoje com a tecnologia mais avançada, o que era pra ficar fácil, parece que ficou mais difícil e burocrático. Não recebi nada sobre o disco, mas como voltei a essa função, fico de olho em tudo, sempre antenado nas redes. E olha que esse álbum foi gravado, produzido e finalizado a menos de um quilômetro de distância de mim, pelo Lê Dread, no Kafofu Records, mano que fez comigo algumas edições do Resistência Sonora, na época o estúdio chamava QG Imperial. Ninguém me procurou e também não procurei ninguém, o conhecimento, a experiência e o acervo do BF, com 20 anos de informação, ajuda muito para escrever sobre os trampos, sem precisar daquele site de busca.

Para enviar material: gil@bocadaforte.com.br / imprensa@bocadaforte.com.br ou entra em contato pelo Face, Insta ou Twitter do BF

PUBLICIDADE – CONHEÇA A LOJA CENTRAL GIRLS

Ouça o disco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.