Segunda Soul: SassyBlack vem cheia de groove pra falar de amor próprio

SassyBlack. Foto: Reprodução/Facebook

Com mais de 15 anos dedicados à música, a cantora, compositora e produtora, SassyBlack, lançou recentemente seu décimo quinto trabalho, o disco “Ancient Mahogany Gold“.

Desde 2014, a cantora de Seattle (Washington) vem mostrando seu talento na música negra, com sons que mesclam jazz, soul e beats cheios de personalidade. São cinco discos, oito EPs e uma compilação com suas melhores tracks (saiba mais).

Alguns jornalistas da cena dizem que SassyBlack é uma rainha do afrofuturismo. O que se pode afirmar é que “Ancient Mahogany Gold”, gravado em Los Angeles e Seattle, é um disco perfeito para a pista, mas sem apelar para clichês e timbres retirados das bibliotecas “mais do mesmo” que muitos beatmakers e produtores utilizam para manter seus sons nas plataformas, nas rádios e, é claro, nos sets dos DJs.

Quando questionada sobre as letras e temas de seu novo álbum, SassyBlack, que tem a negritude no DNA de cada faixa que compôs, responde: “Falo sobre amor próprio, autoconsciência, gratidão, luta, piadas, valor, experiência e autoavaliação”.

Além de fazer shows para divulgar “Ancient Mahogany Gold”, a cantora afirma que vai dar aulas de produção musical com foco na Daw Ableton.

Ouça o disco “Ancient Mahogany Gold”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.