Memória BF | DJ QBert, 50 anos do Alien dos toca-discos

DJ QBert no Skol Beats em 2007 – Foto por Noise D – Acervo BF

Richard Quitevis, o DJ QBert, completa 50 anos hoje. Esse descendente de filipinos nasceu em 07 de outubro de 1969, em São Francisco, Califórnia (EUA) e começou a discotecar super cedo, aos 15 anos. Portanto, são 35 anos nos comando dos toca-discos.

É bom fazer um parênteses nesta pequena história: Grand Wizard Theodore é o descobridor do scratch, que foi popularizado por Grand Master DXT (D.ST) através da música “Rockit”, de Herbie Hancock, que ganhou um Grammy em 1983 e 5 prêmios da MTV em 1984. Mas, foi QBert o responsável por levar essa técnica para outro nível. Não existe DJ de turntablism, dos anos 90 pra cá, que não o tenha como referência.

Sua criatividade e técnica incomparável o fez chegar ao ponto de criar a ‘QBert Skratch University’, uma universidade de scratch. Em 1990, com os DJs Mix Master Mike e Apollo, formou o grupo FM20, seu primeiro projeto musical e um dos primeiros grupos só com DJs de performance, se não for o primeiro.

Na mesma época eles foram convidados por Crazy Legs, B.boy lendário de Nova York, a fazer parte da também lendária, Rock Steady Crew e eles lógico aceitaram.

Assista uma matéria com o grupo FM20 de 1992

Em 1991 ele participou pela primeira vez do DMC, o campeonato mundial de DJs. Por incrível que pareça não foi campeão, ficou em 2º lugar, perdendo o título para DJ David (Alemanha), que também havia vencido em 1990. O DJ alemão realmente foi muito bem, principalmente na criatividade e inovação, mas QBert foi tão diferenciado que eu acho que o campeonato não estava preparado pra tanta “loucura” (clique aqui e veja a performance do DJ David, abaixo assista a performance do QBert nas eliminatórias). Ganhando ou não ele deixou a sua marca.

Assista a performance de QBert no DMC em 1991

Em 1992 o DMC abriu espaço para a participação de equipes, não em uma competição a parte, mas contra os DJs solo. Não deu outra, QBert foi campeão mundial pela primeira vez com seus parceiros do FM20, mas com o nome de Rock Steady DJs. Claro que não posso deixar de citar o DJ Cash Money, o primeiro representante dos Estados Unidos a ser campeão mundial do DMC (1988) e também uma das influências de QBert.

Em 1993/94 (foi um evento válido para os dois anos), também no DMC, foi QBert o campeão novamente, mas dessa vez em dupla com Mix Master Mike usando o nome Dream Team.

Em 2016 ele foi reconhecido pelo DMC com a jaqueta de DMC Legend, a mesma que em 2019 foi entregue ao seu compatriota DJ Craze, o único a ganhar o campeonato por três vezes seguidas (1998, 1999 e 2000).

Assista a Rock Steady DJs no DMC em 1992

QBert sempre gostou de montar grupos de DJs. O mais conhecido foi o Invisibl Skratch Piklz, que além dos seus dois parceiros já citados, fizeram parte: D-Styles, Shortkut, DJ Disk, DJ Flare, Yogafrog e A-Trak. Existem e existiram vários outros grupos de DJs ao redor do mundo, mas nenhum revolucionou as técnicas e influenciou tanto nas mudanças em equipamentos e também nos discos de performance, quanto os grupos criados e/ou que QBert fez parte. Acredito até que as performances feitas por eles nos anos 90, com aqueles mesmos equipamentos, são melhores que muitas performances feitas atualmente com toda ajuda da tecnologia.

Assista ao Dream Team no DMC em 1993

Além de ter sido o melhor do mundo por duas vezes, ele já inspirou filmes, documentários, jogos para videogame… Ele tem também seu nome em produtos para DJ e lançou diversos discos. Um de seus álbuns, o ‘Wave Twisters’ (1998), virou filme de animação em 2001. O primeiro produzido a partir de um disco de turntablism. O filme narra a saga de uma crew de heróis prontos para salvar os 4 elementos da Cultura Hip Hop. Antes disso, em 1994, ele lançou a mixtape ‘Demolition Pumpkin Squeeze Musik’. Essa eu tenho a fita e ainda bem que a tecnologia permite que todos tenham acesso (ouça o lado A e o lado B).

Assista ao Filme Wave Twister

QBert veio ao Brasil a primeira vez em 04 de maio de 2007, na 8ª Edição do Skol Beats. Ele se apresentou na tenda ‘Terra Urban Beats’, dedicada a música negra, que contou com as apresentações de DJ LuiJ, DJ Puff, Antônia (Leilah Moreno, Cindy Mendes, Quelynah e DJ Milk), DJ CIA, DJ Zegon, Afrika Bambaataa + TC Izlam e DJ Tony Touch.

O Bocada Forte estava presente e registrou esse momento histórico para o Hip Hop brasileiro, pois foram diversas lendas em uma mesma noite. Ele também esteve aqui em outras oportunidades. Em 2012 para comemorar o aniversário da Chocolate, com sua crew, e em 2016 ele abriu a 3ª Mostra de Filmes de Hip Hop, onde foi exibido o filme ‘Wave Twisters’.

Assista ele no Skol Beats, o vídeo é do DJ Asma (hoje conhecido como Mista Luba, DJ do Rincon)

PUBLICIDADE – CONHEÇA A LOJA CENTRAL GIRLS

 

Interaja conosco, deixe seu comentário, crítica ou opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.