‘Protect Ya Neck’: 26 anos de um clássico do Wu-Tang Clan

0
252
Capa do single
Capa do single

#MemóriaBF #Internacional
“Protect Ya Neck”
foi o primeiro single do Wu-Tang Clan, lançado originalmente em dezembro de 1992 junto com a faixa “After the Laughter Comes Tears”, pela Wu Tang Records numa qualidade bem inferior de gravação. Esse single da mesma música, que acompanha a faixa “Method Man”, saiu em 03.05.1993, pela Loud Records e entrou no primeiro álbum, o clássico Enter the Wu-Tang (36 Chambers), lançado em novembro do mesmo ano, já a faixa do lado B foi para o primeiro álbum solo do Method Man (Tical/1994).

As duas faixas são presença garantida até hoje em qualquer festa de Rap que se preze e quando qualquer uma delas toca o bicho pega, qualquer festa pega fogo e a roda de “bate-cabeça” se abre. Eu mesmo escuto esse disco desde que foi lançado e não me canso de ouvir, tenho em vinil, CD e MP3 e ainda assisto o vídeo pra relembrar.

A produção foi do RZA sob o nome de Prince Rakeem e ele usou vários elementos para construir o instrumental dessa faixa. Pegou falas e sons de filme de kung-fu, usou vocais do primeiro trabalho do Genius (Words From a Genius), guitarra da “Rock The Bells” do LL Cool J, usou JB’s, folk e muito mais.

Assim eles se apresentaram pro mundo, na primeira gravação a ordem dos MCs rimarem não era a mesma, mas nessa de 1993 veja a sequência dos 8 MCs, direto, sem refrão: Inspectah Deck, Raekwon, Method Man, U-God, Ol’ Dirty Bastard, Ghostface Killah, RZA e Genius.

Até hoje eu escuto a música e tento eleger quem foi o destaque, às vezes acho que é o Meth, outras fico com o RZA, outras com O.D.B e vocês, escolhem quem?

Lado A
Protect Ya Neck (Radio edit)
Protect Ya Neck (Shao Lin version)
Protect Ya Neck (Bloody version)

Assista ao vídeo:

Lado B
Method Man (Radio edit)
Method Man (Smoked out version)
Method Man (Home grown version)
Method Man (Bonus beats)

Assista ao vídeo: 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.