KRS-One fala sobre Escola proibida de ensinar hip hop nos EUA

0
27

BF#Internacional
Recenetemente, uma escola nos Estados Unidos, a Tucson Unified School District, no estado do Arizona, foi notificada pelo Departamento de Educação, pois uma de suas aulas continha uma “introdução ao hip hop”, escrita pelo MC KRS-ONE, e trechos de letras de música da banda Rage Against the Machine. O professor responsável, Andrew Walanski – que dá aulas focadas na história da decendência afro-americana -, também foi notificado e proibido de continuar com sua aula, de acordo com uma Lei escolar.

Em entrevista ao site norte-americano da revista Rolling Stone, KRS-One, que além de notável MC é um estudioso da cultura de rua, deu sua opinião sobre a polêmica. Suas ideias podem soar algo inatingível nos tempos atuais, mas vale a pena ficar por dentro do que “o Professor” vem pensa a respeito.

Abaixo você lê a tradução de algumas questões. O resto você pode acompanhar clicando aqui (em inglês).

BF
KRS-One é famoso por suas palestras em Universidades e Escolas ao redor do mundo.

Rolling Stone: Qual é a sua opinião sobre a polêmica?
KRS-One: Essas aulas só vão mostrar o quão longe a educação americana é realmente [risos]. Eles estão tentando ensinar hip hop a partir de uma perspectiva histórica e é isso que a superintendência do estado do Arizona, ou a “lei” que foi citada, é contrária. O conhecimento já superou as leis. Eles me deram uma cópia da lei enquanto eu estava lá e eu disse: ‘É por isso que o nosso currículo é ilegal”.

É o hip hop algo que vale a pena e é útil
para os alunos aprenderem? Se você está
aprendendo a partir 
de KRS-One, eu
diria que sim.

Rolling Stone: Quais são as ramificações ao se tornar o hip-hop um conteúdo pedagógico?
KRS-One: Se você não sabe nada sobre o hip hop, pelo menos um pouco, você não pode chamar-se um norte-americano. Então, eu não sei o que esses educadores, que estão ignorando a vida nas ruas, querem. No futuro, o hip hop ainda será chamado de folclore norte-americano.

Rolling Stone: O que você propõe para o futuro?
KRS-One: Quando as escolas privadas passaram a explorar a religião cristã e instituiram orações em suas aulas, elas tornam-se uma indústria de bilhões de dólares. Então, se você olhar para o hip hop, novamente rejeitado, você pode dizer: “Ok. Jay Z, 50 Cent, Cash Money Millionaires… Nós precisamos criar o nosso próprio sistema de ensino.” Não apenas uma escola. Eu quero dizer um sistema escolar  como franquia. Algo como Kentucky Fried Chicken ou como Burger King. Nós precisamos estar em toda parte no mundo, ensinando o hip hop. Nós a iremos chamar de ‘Hip Hop Community College’.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.