DJ Fabio Broa lança videoclipe para comemorar os 10 anos do selo RZN Records

0
138

O DJ e Produtor Fábio Broa, natural do Méier, Zona Norte do Rio de Janeiro fundou seu selo há 10 anos, o RZN Records (Rataria Zona Norte). Para comemorar esta data, saiu “Síndrome de Estocolmo”, a primeira produção audiovisual do DJ e Produtor da Roda Cultural do Méier (RJ). O videoclipe, tem a parceria com a produtora The North Tape traz Saulo Afide e a dançarina Anna Lú como protagonistas e conta com Gabriel Nascimento na direção e edição. Além de brindar uma década de selo, este é o primeiro single da próxima mixtape em fase de produção, e terá participações de Tony Mariano, Juju Rude, ADL, Sant, Tiago Mac, Coé, Izzy Bey, Slow da BF, Macarrão, Tony Boss, entre outros. (Fotos: Divulgação)

 

Fábio Broa explica o conceito e a crítica social no single “Síndrome de Estocolmo”:

“Sobre o ‘Síndrome’, estamos passando por um momento complicado em nosso país né… E e hoje em dia você vê pessoas adorando o que te faz mal. Basta olhar ao seu redor, nossa política. Galera querendo a volta dos militares. Para mim estão amando que volte a ditadura, onde muitos sofreram o regime militar. E o clipe fala um pouco disso.”

Confira, em primeira mão o videoclipe “Síndrome de Estocolmo”, do selo RZN Records:

CONHEÇA UM POUCO DA TRAJETÓRIA DE FÁBIO BROA

Fábio Cardoso, mais conhecido nas ruas como Fabio Broa, é um amante da música desde a infância. Mas foi na adolescência, por volta do ano 2000, quando começou a ir a festas black e bailes onde tocava Hip Hop e descobriu a paixão pela Black Music. Seu amigo Eduardo, conhecido como “Escamoso” percorreu junto com Fábio por quase todos os eventos black existentes no Rio de Janeiro, onde ele conheceu vários MCs e produtores, dentre eles Diego vulgo Mr Break. O produtor musical apresentou diversas influências de Rap, entre outros fatores que levaram Fábio a começar a pesquisar, escrever e compor rimas, batidas.

No ano de 2007 lançou o seu primeiro trabalho junto com Mr. Break, quando criaram uma pequena empresa de comercialização de batida instrumental independente, intitulada Clap Beatz. Em pouco tempo, suas músicas já rodavam nas mesmas festas que ele mesmo frequentava. Fábio Broa montou o seu próprio home studio em 2008, que originou o selo RZN Records (Rataria Zona Norte), com seu amigo Stac, graffiteiro de grande renome.

Com o tempo, Broa desenvolveu seu próprio estilo em diversas produções musicais, aprendeu progressivamente sobre música. Produziu e lançou o álbum “Em Carne Viva”(2009), do MC Funkero (1kilo). Lançou coletâneas de samples, através de seu projeto Samplesmente Rap (2012), uma trilogia, fruto da pesquisa de diversos samples utilizados no Rap Nacional e internacional e que deu origem ao evento de mesmo nome, na Ganjah Lapa.

Além de trabalhos em estúdio e residência com os mais renomados parceiros, como o Baile do Maomé, Fábio Broa é DJ e um dos fundadores da Roda Cultural do Méier, uma das mais tradicionais do Circuito Carioca de Ritmo e Poesia.

Siga nas redes sociais!
Facebook – Fabio Broa
Facebook – RZN Records
Instagram – Fabio Broa
Youtube – RZN Records

Siga Rap de Fato em todas as redes sociais!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.