Nem tudo acaba em pizza em ‘Feijoada’, a ácida collab de Rapha Warlock e JuPat

0
121

#RapLGBT #RapSC #RapSP | Dois nomes em ascensão na cena rap LGBT, Rapha WarlockJuPat lançaram nesse fatídico domingo (28) a collab “Feijoada“. Decididos a colocar o dedo na ferida, Warlock critica duramente o sistema racista e homofóbico, assim como o público do rap que não consegue tolerar o sucesso de mulheres e LGBT’s na cena, enquanto JuPat entra no som decidida a questionar a misoginia e a transfobia.

Feijoada” é o primeiro single do novo álbum de Rapha Warlock, por enquanto chamado de “Versos Oníricos do Ontem“. O beat é de Rodrigo Zin e a mix e master pelo próprio Rapha Warlock.

Em conversa, Rapha explicou a parceria: “O convite pra JuPat eu já cogitava desde a primeira vez que ouvi “Toda Mulher Nasce Chovendo” (o álbum de estreia dela). Sendo assim, já escrevi o meu verso pensando nesse feat, com a ideia de mostrar o nosso lado agressivo. O objetivo principal era criticar a cena atual do rap nacional, mas sinceramente, acho que conseguimos ir além disso. Dado o momento em que o som foi lançado, as pessoas agora podem interpretar ele como algo mais, como eu mesmo acabei fazendo e me surpreendendo no final“.

JuPat, por sua vez, comentou: “Conheci o Rapha quando ele entrou em contato comigo dizendo que tinha ouvido o meu disco e tinha curtido. Eu então ouviu o disco dele e pirei. Achei muito foda! (…) Foi rolando uma identificação e ele então me mandou esse som, já com a parte dele escrita e eu achei tudo isso muito foda e aí eu mergulhei na escrita”.

Foi uma experiência bem massa gravar essa música porque o som do Rapha tem um tom bem crítico, ácido, sarcástico. E tudo isso está presente nesse som, onde o Rapha já chega na voadora. E eu, toda aquariana, aérea, metida a lírica e tal (…) tentei manter esse tom.  Foi um aprendizado. Acho que o momento pede uns “presta atenção”.

Confira “Feijoada“:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.