Single “Dissparadas”, marca o surgimento do Coletivo Covil, em Alagoas

Imagem de divulgação.

O Coletivo Covil surge nas trincheiras de Maceió-AL, com a proposta de garantir voz e visibilidade para as mulheres que contribuem direta e indiretamente para a cultura hip hop de Alagoas. Num contexto em que o hip hop se propõe em abordar novos debates e garantir visibilidade para aquelas que historicamente foram invisibilizadas e silenciadas dentro das culturas marginais, o Covil se coloca como um coletivo pensante e atuante para a reeducação dos homens dentro do hip hop.

Questionando o machismo dentro e fora do movimento, a integrante Mamiwata afirma que “O intuito (do coletivo) é gerar sons no propósito de desconstrução dos ouvintes, incentivando e fortalecendo a divulgação de trabalhos femininos, além de organizar eventos variados, como: rodas de conversa, ensaio, sarau, e assim, fazer com que as mulheres sintam-se confortáveis de apresentar seu trampo sem medo de opressão e descrédito”.

Fortalecendo a idéia de Mamiwata, o Coletivo Covil lança seu primeiro single, intitulado “Dissparadas”, o lançamento do single marca também o lançamento do Coletivo nas ruas alagoanas. Questionada sobre o que representa o som para a história do Coletivo Covil, Arielly Oliveira afirma que “a criação do som foi pensada com o intuito de protesto sobre o espaço feminino dentro do hip hop alagoano, ele fala sobre o tratamento de alguns homens com o material feminino, da objetificação deles com os corpos femininos e como nos enxergam diante do cenário musical e de que como nosso trabalho é descartado com facilidade”, conclui a Rapper.

O Coletivo Covil é composto por: Arielly Oliveira, Mamiwata, Nick Ellen, Jany Li, Polly Lins e Emilly Olliveira.

Imagem de divulgação.

 

 

 

Serviço:

Evento “Dissparadas”

Data: 09/03

Local: Quintal Cultural, Bom Parto (Maceió-AL)

Horário: 14h

Valor: R$ 5,00 + 1kg de alimento

(O alimento arrecadado será doado para a aldeia Xucuru Kariri, de Palmeira dos Indios – AL).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.