F.I.N.O – “Que vantagem Maria leva”

Por Noise D

O rapper paulista F.I.N.O – ou Fino Du Rap, como também é conhecido -, lança o single “Que vantagem Maria leva”, uma homenagem especial ao dia internacional da mulher, que é comemorado nesse dia 8 de março. A música, com produção de DJ F-Zero (Material Corrosivo) e participação especial de Camila Trindade, fará parte do novo álbum do MC, ainda sem título e data de lançamento. Aproveitando a oportunidade, o portal Central Hip-Hop/BF trocou uma ideia com F.I.N.O. Confira abaixo uma breve entrevista:

Bocada Forte: São muito poucas letras com qualidade em homenagem às mulheres no rap brasileiro. Inclusive, o que mais ouvimos são músicas que tratam a mulher como simples objeto e com desrespeito. É o lado machista da música rap. Como você encara esse problema e como fazer com que outros rappers despertem para a importância do respeito à mulher?
F.I.N.O: Eu acho que não só o rap, mas em outros estilos de música isso também rola. Infelismente a mulher é usada de forma pejorativa e objeto sexual nas músicas. Mas quem sou eu pra aconselhar alguém. Cada um sabe do que quer falar e o quer passar pras pessoas. Eu procuro olhar pro lado e ver o real valor das mulheres. O quanto elas batalham, trabalhando na rua e depois voltando pra casa e continuando a luta. E, principalmente, aqueles casos onde ela se transforma em pai e mãe. São coisas assim que me fazem falar da mulher na música. Essa luta que me inspira na escrita e é o que eu levo pra dentro do meu rap. Cada um fala o que quer, mas são essas coisas que importam pra mim.

BF: Ainda é carnaval. Muitos dizem que, nesse período, a imagem da mulher e seu corpo são muito explorados. Algo como o que vemos nos videoclipes de “pop rap” internacional. Até que ponto isso prejudica a imagem da música rap no mercado?
F.I.N.O: Eu não posso afirmar até que ponto isso prejudica a música rap, mas acho que temos muitas outras coisas de uma importância maior pra falar e pra mostrar dentro do nosso estilo. Temos infinitos valores, mas não estou aqui pra bancar o moralista. Desde que o mundo é mundo essas coisas existem e como a própria pergunta menciona, não é só o rap que usa a imagem da mulher dessa maneira, com esse apelo sexual. Isso acontece em varios estilos. Não preciso nem mencionar, todos sabemos quais são. Só que eu tenho uma linha de pensamento pra fazer meu som e essas ideias não fazem parte dos meus planos.

Assista Fino e DJ F-Zero apresentando a música ao vivo

BF: Fale-nos um pouco sobre o conceito de seu novo trabalho. O que podemos esperar de seu novo disco?

F.I.N.O: O conceito desse novo disco não vai fugir muito do que fizemos no álbum Qu4rto Mundo. Falo isso tanto na parte escrita quanto na parte musical. Acho que junto com F-Zero consegui encontrar uma fórmula legal pra fazer meu rap. As pessoas comuns e as coisas comuns do dia-a-dia continuam sendo minha fonte de inspiração. Elas é que tem importância dentro da minha música. Seu joão, Seu Zé e Dona Maria, enfim, todos as pessoas que movem esse país. E trago como objetivo principal a auto-estima. Não só falar dos problemas, mas mostrar solução. Trazer o outro lado pras pessoas, para que possam acreditar que tem uma saída. Que podemos viver de uma forma melhor, acreditando sempre em um bom futuro.

Já na parte musical, nós vamos continuar explorando a música brasileira, que é rica em samplers, cheia de riquezas pra gente usar. Os caras lá fora são grandes admiradores da nossa música. Então cabe a nós, aqui do rap brasileiro, tentarmos cada vez mais buscar fazer nosso rap usando nossa fonte caseira.

Esse disco também terá mais participações que o outro. Estou fazendo um som com Slim e terá uma música com meu irmão Rato, da banda Nucleo, grupo que também faço parte, e também com meu parceiro de Cooperifa, Cocão (Versão Popular), entre outras surpresas, que não posso adiantar agora. Isso é mais ou menos o que vem por aí nesse meu trabalho. Estou muito feliz com esse início. Só não temos data para o lançamento, mas não vai demorar tanto quanto o trabalho anterior. Não temos título também, mas na hora certa ele aparece conforme o desenvolvimento. Tenho certeza que virá um disco bonito, feito com muito amor a cada verso e a cada batida. Desde já agradecido pelo espaço e muita paz a todos.

Ouça a música

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.