Chuck D, líder do Public Enemy, 59 anos de luta contra o sistema

Noise D também colaborou para a construção do texto

0
142
Chuck D. Foto: Reprodução/Google

Por Gil Souza, com Noise D

Carlton Douglas Ridenhour, Mista Chuck ou simplesmente Chuck D, nascido em 1º de agosto de 1960, completa 59 anos de resistência e luta contra o sistema.

O mestre do microfone, líder do lendário grupo de rap Public Enemy, dispensa qualquer apresentação. É quase que unanimidade dentro do Rap mundial. São no minimo três gerações influenciadas pelas suas músicas e do grupo Public Enemy. O nome do grupo, o título das músicas, dos discos, tudo relacionado ao “Inimigo Público Número Um”, são uma afronta a qualquer sistema racista. Este, desde o início, é o principal alvo das rimas de Chuck D.

O Public Enemy. No centro, Flavor Flav e Chuck D, acompanhados de Professor Griff e, logo atrás, DJ Terminator X. Foto: Reprodução/Google
Chuck D e Flavor Flav nos tempos atuais. Foto: Reprodução/Google

Colocado na 15ª posição no ranking da revista The Source dos 50 Melhores Liriscistas de todos os tempos, Chuck D nasceu no bairro do Queens, em Nova York. Seu começo de carreira como MC se deu logo após o grande apagão de Nova York, ocorrido em 1977. Ele conheceu seu grande parceiro, Willian Drayton, o Flavor Flav, durante seus estudos em Desenho Gráfico na Universidade Adelphi, em Long Island. Lá ele se graduou, conquistou também o título de Doutor (2013) e, durante este período, apresentava um programa de rádio chamado ‘Super Spectrum Mix Hour’, em que já usava seu nome artístico como Chuck D.

Anuncie no BF!

Um tempo atrás estava revendo a entrevista do Mano Brown no Programa Freestyle, onde ele afirma que, no início dos anos 90, o seu sonho era conhecer Chuck D e o Public Enemy. Lembro de ir a um show dos Racionais, nos anos 90, e o Brown disse “- Depois que ouvi uns caras chamados Public Enemy e Thaide e DJ Hum, minha vida nunca mais foi a mesma”. Essa não era apenas a vontade ou sonho dele, mas de toda uma geração que foi incentivada a ler, se informar, estudar e lutar contra as injustiças. Fight The Power e Don’t Believe The Hype são hinos. Ninguém cansa de ouvir!

Chuck D. Foto: Brad Torchia

Eu também tive o prazer de conhecer o Chuck D. Sua humildade como ser humano só o deixa maior do que ele já é como artista. Só tínhamos contato por e-mail, até que em 2003 fui responsável por mediar a segunda apresentação do P.E. em São Paulo, no dia 07 de novembro de 2003, e também ajudar a produção que os trouxe novamente em 23 de julho de 2011. Em outro momento vamos relembrar essas datas. Temos muitas fotos e matérias em nosso acervo.

A lista de trabalhos do mestre Chuck D é longuíssima. No total, somando discos do Public Enemy e outros trabalhos, ele lançou mais de 20 discos em toda sua carreira. Um de seus maiores trabalhos foi o álbum It Takes a Nation of Millions to Hold Us Back, segundo trabalho lançado pelo P.E. O disco alcançou a posição nº1 no ranking da Billboard, recebeu 5 estrelas (nota máxima) de todos os veículos especializados – como AllMusic, The Guardian, The Rolling Stone Album Guide, revista Spin, dentre outros – e alcançou platina em 22 de agosto de 1989. Até 2010, este mesmo disco vendeu mais 720 mil cópias e continua vendendo até hoje. É um dos maiores clássicos do Public Enemy e de Chuck D.

Parabéns Mr. Chuck D e obrigado por tudo!

Siga o BF no Twitter – @bocadaforte

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.