Batalha de Beats esquentou a noite em SP

0
309
Foto: Evento

#Beatmaker

No dia 23 de junho ocorreu na cidade de São Paulo a Batalha Hip Hop Beats.

Pra quem não sabe do que se trata, é uma competição entre beatmakers onde dois competidores mostram seus instrumentais, cada um com duração de 1 minuto e meio e no final o público vota em qual instrumental gostou mais, seguido do voto dos jurados, o mais votado ganha 1 round, pra ganhar a batalha é necessário vencer 2.

A batalha reunião os beatmakers Skeeter, Nixon, Paulo Junior, TH, DJ Neew, Cínico e Diego Beatmaker onde passaram por quartas de final, semifinal e final.

O vencedor dessa edição foi o Nixon, porém, tanto ele como Skeeter que foi o vice campeão estão classificados pra etapa final da batalha valendo uma Ableton Push.

Foto: Skeeter e Nixon, os finalistas dessa etapa

Batalhas de beatmakers foram bem tradicionais durante os anos 2000 no Brasil e nos EUA, em SP ocorreram as famosas Liga dos Beats e Battle Beats Brasil que revelou grandes beatmakers que atuam não só no rap, como na musica em geral.

Entre os jurados estava Indião ( Boca do Lixo, Dragões de Komodo), Diamante ( organizador da Battle Beats ) e Tico Pro ( produtor musical ), a apresentação ficou por conta de Pixote Xiita com auxilio do beatmaker Said que também trabalhou na organização do evento.

Apesar de não estarem presentes nessa edição, DJ Nato PK e DJ Dan Dan fazem parte da organização da batalha que na noite de sábado contou com um excelente set do DJ Ander Som.

Foto: Skeeter e DJ Ander Som

Mesmo com o nome ‘batalha’, um dos pontos positivos foi o encontro entre de beatmakers e a troca de ideias, dicas,  projetos e parcerias, aparentemente a rivalidade só fica em cima do palco na hora de soltar os beats, que por sinal, foram de muita qualidade em todas as etapas com sua maioria esmagadora seguindo a linha boombap mas mesclando também outros estilos como trap e o eletrônico.

O público era formado por beatmakers, blogueiros, Mcs e pessoas que gostam de música e apreciaram uma competição e a exibição do trabalho dos beatmakers brasileiros.

Segundo Indião , em declaração feita durante o evento, o beatmaker precisa ser valorizado, principalmente em uma época que a quantidade e variedade de beatmakers é grande, não necessitando o MC gravar em beat de internet.

Foto: Paulo Junior, Nixon, Diamante, Cínico, DJ Neew, Diego Beatmaker, Skeeter e TH

Encontros e batalhas de beatmakers são ótimas oportunidades pra demonstração do trabalho, pra conhecer pessoas e trocar informações sobre a produção musical, busca de parcerias, e acima de tudo, uma forma de incentivar velhos e novos beatmakers em sua criação.

Segundo os organizadores do evento, ainda ocorrerão outras 3 batalhas onde sairão os 2 primeiros de cada classificados para a grande final, nos resta aguardar e torcer pra que outros encontros e competições de beatmakers surjam e que voltem com a força que era nos anos 2000.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.