As Tracks mais sampleadas da história

0
179

#RAPLongaVida | Fica até difícil imaginar como seria o rap se não existissem samples. A mesma coisa acontece com a música eletrônica. O que seria de “Crazy In Love” da Beyoncé sem “Are You My Woman (Tell Me So)” do The Chi-Lites? Ou de “Can I Kick It?” do A Tribe Called Quest sem a guitarra de Lou Reed em “Walk On The Wild Side”? Isso sem falar de “The Magic Number” do De La Soul sem a faixa educacional original de Bob Dorough, da música título de “4:44”, último álbum do Jay-Z, sem a sample que ele tirou de “Late Nights And Heartbreak” de Hannah Williams And The Affirmations, e por aí vai.

Amen Break” é um dos pilares da funk britânico e aparece em trabalhos de nomes como Afrika BambaataaNWA 2 Live Crew. GC Coleman, baterista do The Winstons, morreu em 2006 fudidaço sem grana, mas uma campanha conseguiu arrecadar mais de 100 mil reais para Richard Spencer, líder e detentor dos direitos do grupo.

 

É preciso ter paciência para identificar onde “Change The Beat” aparece na maioria das  músicas que têm samples desse som. Depois de Herbie Hancock em “Rockit”, foi a vez de Beastie Boys, Gang Starr, OutKast, Missy Elliot, Run The Jewels Justin Bieber, e mais uma porrada de outros artistas, samplearem essa track.

 

Composta e produzida por James Brown em 1972 e gravada por Lyn Collins, a música não foi exatamente um sucesso na época, mas acabou se tornando um clássico cult e foi incluída em diversas coletâneas. Com toda essa divulgação e o surgimento do sampler E-mu SP-1200, o som caiu nas graças dos produtores e apareceu em músicas como “It Takes Two” do DJ E-Z Rock. Ele, Dizzee Rascal, EPMD, Janet Jackson, REM e Mr Oizo são apenas alguns dos artistas responsáveis pelas canções que usam essa sample.

 

Com certeza o rap não seria o mesmo sem James Brown e The JBs. Brown é o artista mais sampleado da história, e “Funky Drummer” é uma de suas canções mais sampleadas. Ela foi utilizada em 1410 ocasiões por artistas como Public Enemy, LL Cool J, Run-DMC, Eric B And Rakim, Ice T e George Michael, entre outros.

 

Esse Lado B de 1985 de Doug E Fresh e Slick Rick foi sampleado pra carai chapa. Snoop Dogg, Robbie Williams, Notorious BIG, DJ Premier, Ini Kamoze, Ludacris, De La Soul,Kelis e Mary J Blige se hipnotizaram pelo som e não resistiram à tentação de utilizá-lo em seus trabalhos.

 

Voltamos ao padrinho do soul. Este single de 1974 é da época que Gerald Ford era o presidente dos Estados Unidos. Entre os artistas que utilizaram a faixa estão Eric B And Rakim, NWA, DJ Jazzy Jeff And The Fresh Prince, Naughty By Nature, Calvin Harris e The Offspring.

 

A música desa vez “It Takes A Nation of Millions To Hold Us Back”, álbum lançado em 1988 pelo Public Enemy, e foi sampleada por artistas como De La Soul, Kanye West, Beastie Boys, Prince e Ludacris. O que a maioria usa é a voz do Chuck D.

 

O Lado B do single Reward (1973) de Melvin Bliss quase foi perdido depois que gravadora que o lançou faliu. Por sorte, o som voltou a vida em 1986 pela voz de Kool Keith. Desde então, foi sampleada 725 vezes por gente como NWA, Gravediggaz, Guru, Wu-Tang Clan, Danny Brown, Justin Bieber, Kanye West, The-Dream Redman.

 

O cantor de soul Roy Charles Hammond gravou “Impeach The President” durante o escândalo Watergate. Este trabalho era um tesouro escondido até que Marley Marl o trouxe de volta à luz. Não demorou para a faixa aparecer em sons de artistas como LL Cool J, EPMD, Shaggy, Janet Jackson e George Benson.

 

E pra finalizar com chave de ouro (clichê clássico), todo mundo conhece esse som. Trata-se de uma faixa de 1985 de Joseph “Run” Simmons, Darryl “DMC” McDaniels e Jason “Jam Master Jay” Mizell que foi sampleada por nomes como LMFAO, J Dilla, The Orb Autechre. Aparece novamente em “It’s Like That” do próprio Run-DMC.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.