Ouça ‘Audaz’, terceiro álbum de Filipe Ret

0
220

#RapBRASILEIRO | “Audaz” encerra uma trilogia composta ainda por “Vivaz” (2012) e “Revel” (2015). Com treze faixas, o disco tem batidas pesadas, versos ácidos e um discurso forte, que fala desde o descaso social da política:”Senadores, toda plebe tem instinto black bloc”, em “A.N.A.R.C.O.S“, até a legalização da maconha: “Meu dinheiro é honesto e suado / Fumem maconha / Que mal tem maconha?”, em “Maconha“, que conta com a participação de Marcelo D2. Além das rimas afiadas, em “Audaz”, Ret se sentiu mais confortável para trabalhar também como produtor. “Participei muito da sonoridade desse disco porque queria deixar ele com a minha cara. Ele tem bastante o meu tempero, musical, musicalmente falando”, explicou, citando também a participação de Mãolee e Dallass, que aparecem em boa parte das faixas como produtores também.

Questionado sobre a música preferida em “Audaz”, Ret pensa um pouco, mas afirma: “Santo Forte“. A canção foi lançada antes do álbum em forma de clipe, dirigido por Gabriel Camacho. A ideia inicial do vídeo era trazer somente o rapper e seu filho, Theo. Mas o conceito cresceu para que fossem mostradas outras histórias marcantes. “Ele [Gabriel Camacho] soube traduzir bem. Eu queria mostrar o novo líder e aparecer com meu filho, essa era a ideia inicial, mas tem tanta gente bacana. Queria mostrar as histórias do povo e mostrar que eles são novos líderes e eles também têm o santo forte”.

Além da Santo Forte que foi lançada como single, Ret lançou também “Louco Pra Voltar” onde admitiu em entrevista ao RAPBOX que a letra não era sua e causou um blábláblá nas redes sociais.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.